Produtores e técnicos da Emater conhecem modelo de agricultura familiar rentável

Da Redação
Agência Pará

Um grupo de 32 pessoas, entre técnicos e produtores rurais, participou na quinta-feira (27) de um intercâmbio intermunicipal promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). O evento foi realizado na propriedade do agricultor Marcos Batista, localizada no quilômetro 72 da rodovia BR-163, no município de Belterra, no Oeste do Pará.

Os técnicos da Emater e produtores saíram de Santarém em um ônibus fretado pela empresa e participaram, durante toda a manhã, da visita técnica à propriedade de Marcos, que foi escolhida por ser um modelo de diversificação agrícola e de agricultura familiar rentável. A comitiva conheceu a produção de banana, cana-de-açúcar, feijão, limão e mel de Marcos.

Um dos destaques da propriedade, segundo os técnicos e produtores que participaram do intercâmbio, é a plantação de 1,2 mil pés de limão taiti, que começam a produzir este ano. Marcos montou um sistema de irrigação por gotejamento que vem dando certo. Ele bombeia a água de um igarapé que passa na propriedade para dois reservatórios, um com capacidade para 80 mil litros e outro para 40 mil litros de água. Dos reservatórios saem os canos que levam a água até os pés de limão.

A coordenadora da Emater no Baixo Amazonas, Inês Guaíba, explica que com o uso da tecnologia o agricultor vai conseguir produzir limão de qualidade na entre safra e, com isso, conseguir um preço bem melhor. Ela informou que os técnicos da empresa vão fazer uma análise de solo da área do limoal para repassar orientações técnicas ao produtor, de forma que ele possa melhorar ainda mais a qualidade da lavoura.

Produção

Marcos mostrou aos integrantes da comitiva um outro método que deverá garantir o aumento de até 40% da produtividade dos pés de limão. Ele reservou uma área próxima ao limoal para a criação de abelhas, que deverão aumentar a qualidade da polinização de cada limoeiro. Inês garante que o método funciona e que o agricultor está no caminho certo. “As abelhas melhoram muito a polinização”, explica. Além disso, Marcos vai contar com uma boa produção de mel.

Depois de conhecer a plantação de limão, o grupo se surpreendeu também com a qualidade da produção de banana na propriedade de Marcos. Ele conseguiu mudas produzidas in vitro pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) do Amazonas e já está produzindo banana de quatro variedades diferentes, todas tolerantes a doenças como a Sigatoga Negra. O agricultor tem mercado garantindo, pois assinou um contrato de fornecimento com um supermercado de Santarém.

Os técnicos da Emater repassaram ao produtor informações importantes que podem melhorar ainda mais a qualidade e a quantidade da produção. As orientações foram muito bem recebidas por Marcos, que pretende segui-las para garantir o aumento da rentabilidade em seu sítio. Ele informou que também produz cana-de-açúcar em uma área de um hectare e que toda semana vende uma boa quantidade de caldo de cana na cidade de Santarém.

O engenheiro agrônomo Agostinho Paixão, da Emater de Belterra, disse que a visita foi importante porque incentiva técnicos e produtores a investirem na agricultora familiar, que pode ser rentável. Agostinho disse que pequenos produtores que possuem propriedades no entorno da BR-163 já começam a seguir o exemplo de Marcos e começam a diversificar a produção. Muitos estão plantando limão e contam com o apoio técnico da Emater.

Texto: Paulo Leandro Leal – CCS/Santarém

Fonte: [ Governo do Pará ]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.