Plâncton é menos eficaz do que se acreditava na absorção de CO2 no Pacífico

Plâncton é menos eficaz do que se acreditava na absorção de CO2 no Pacífico

O fitoplâncton pode ser consideravelmente menos eficaz do que os cientistas acreditavam até agora na absorção do gás carbônico no oceano Pacífico, de acordo com um estudo divulgado nesta quinta-feira pela revista britânica Nature.

A cada ano, estas minúsculas plantas marinhas que se alimentam principalmente de dióxido de carbono (CO2) em águas tropicais do Pacífico, absorveriam uns 2,5 milhões de toneladas a menos que o indicado em estudos anteriores, afirmam os pesquisadores da universidade americana Corvallis (Oregon) liderados por Michael Behrenfeld.

Os cientistas consideram ainda que a quantidade de carbono absorvido pelo plâncton no oceano Pacífico, que libera mais CO2 na atmosfera que em qualquer outra parte do globo, poderia ser superestimado pelos estudos com base em imagens de satélite.

Michael Behrenfeld e sua equipe coletaram amostras de plâncton nesta região durante doze anos se baseando na fluorescência emitida por estes organismos para avaliar o crescimento.

Fonte: [ Terra Notícias ]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.