Emater orienta sobre plantas medicinais

BELÉM – A Emater está revitalizando sua linha de projetos baseados em plantas medicinais. O responsável pela iniciativa é o engenheiro agrônomo Eduardo Benício Gomes, mestre em Cultivo de Plantas Medicinais pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPe). Segundo ele, investir nesse cultivo “valoriza os potenciais botânicos de cada região, além de educar a população e capacitar mão-de-obra, o que gera renda”. A empresa planeja instalar, ao longo deste ano, pelo menos 30 hortos em cerca de 10 municípios.

Já em fevereiro, a equipe especializada de Eduardo Gomes visitou oito prefeituras (Vigia, Santa Bárbara, Abaetetuba, Moju, Barcarena, Santo Antônio do Tauá, Benevides e Igarapé-Miri), a fim de estabelecer os contatos iniciais e fundamentar parcerias. Os projetos recuperam a experiência popular amazônica no manuseio de plantas e informam sobre os limites da medicação conforme princípios farmacêuticos.

Segundo o agrônomo todas as mudas cedidas pela Emater e sobre as quais os extensionistas trabalham são de eficácia já comprovada pela ciência oficial, portanto de uso seguro. São elas: alfavaca, arruda, babosa e amor-crescido, por exemplo. Os projetos da Emater pretendem também orientar sobre a comercialização imediata e, em longo prazo, até sobre o processamento da matéria-prima nas próprias comunidades produtoras. O principal laboratório e vitrine de plantas medicinais da Emater estão no Modelo Rural, localizado no Parque Rural de Castanhal, e é aberto à visitação pública.

Fonte: ABN

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.