Descubra as plantas medicinais

Marco Polo/DN

O uso de plantas medicinais é antigo, remete aos costumes de família e receitas para curar uma gripe ou mal estar, independente da causa. Após a descoberta da indústria farmacêutica, que passou a utilizar essa matéria-prima na fabricação de remédios, os benefícios da planta voltaram a chamar a atenção das pessoas que prezam a qualidade de vida mesmo com o corre-corre diário.

Pensando em nortear essa redescoberta das plantas medicinais, a coordenadora do Centro de Informação sobre Medicamentos e Plantas Medicinais da Universidade Potiguar (CIMPLAM/UnP), Valdenice Fernandes da Cunha, criou a cartilha ‘‘Plantas Medicinais: orientações básicas’’ com dados importantes sobre o uso desses produtos. O trabalho está em sua segunda edição e toda a pesquisa foi realizada durante um ano, com base em livros científicos e o auxílio da professora Cleonice Fátima de Lima, além da colaboração da aluna do curso de Farmácia, Andréa Carla de Souza. ‘‘A cartilha dá uma orientação de como fazer chás, lambedores, banhos, compressas, além de ensinar sobre as plantas tóxicas ao organismo. Algumas conhecidas, como a Arruda, podem ser perigosas se usadas de forma inadequada’’, diz a coordenadora do CIMPLAM/UnP, Valdenice Fernandes da Cunha.

Durante a pesquisa foram estudadas 12 plantas de uso comum e outras nove plantas consideradas tóxicas. A principal questão é a forma de preparo. ‘‘Todas as plantas têm indicação de benefício ao organismo humano, mas além de ser boa tem que ser usada corretamente’’, diz a coordenadora do CIMPLAM/UnP. O bom estado de conservação, armazenamento e forma de preparo são condições imprescindíveis para se ter um bom produto final. O chá, por exemplo, não deve ser preparado em utensílios de alumínio ou ferro, além de ser preferível bebê-lo ao natural, sem o uso de açúcar.

A cartilha ‘‘Plantas Medicinais: orientações básicas’’ será lançada oficialmente em abril. A comercialização vai acontecer em breve e terá um valor simbólico.

Cuidados

Os remédios comercializados sem orientação, muitas vezes deixando de lado a prescrição médica, podem trazer riscos à saúde. Da mesma maneira, preparar um chá, ou qualquer outro produto, com ervas inadequadas pode ser nocivo, por isso é importante levar em conta a maneira adequada de utilização. ‘‘Ao usar uma planta a pessoa tem que ver se ela está em bom estado de conservação’’, alerta a coordenadora do CIMPLAM/UnP, Valdenice Fernandes da Cunha. Entre os principais riscos estão a alto medicação, dosagens incorretas, uso de plantas que contenham substâncias tóxicas ou que estejam mofadas. O importante é que sejam utilizadas apenas plantas conhecidas e de boa procedência.

Em relação ao chá, o preparo pode ser feito de três maneiras: por infusão, decocção e maceração. A infusão é indicada para folhas, caules finos e flores secas. A decocção também é chamada de cozimento, sendo aplicada, geralmente, em raízes, sementes e cascas. E a maceração é feita colocando-se a planta amassada ou picada de molho em água fria, de 10 a 24 horas, e coar.

A qualidade da planta utilizada é o primeiro passo para que o organismo responda de forma satisfatória ao produto ingerido. Além de proporcionar bem estar e melhorar o funcionamento do sistema gastrointestinal, as ervas são medicamentos naturais que surgem como uma alternativa contra o uso de produtos elaborados quimicamente.

KARINE BRITO
ESPECIAL PARA O POTI

Fonte: Diário de Natal

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Sem categoria

Uma resposta para “Descubra as plantas medicinais

  1. Solange

    Gostaria de adquirir a cartilha “Plantas medicinais-orientaçoes básicas”. Como devo proceder?
    Aguardo retorno.
    Abçs
    Solange

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.