Plantas aquáticas

Empresas de Ribeirão descobrem o aquapaisagismo, que leva técnicas de jardinagem para dentro dos aquários

IGOR SAVENHAGO
Gazeta de Ribeirão
igor.savenhago@gazetaderibeirao.com.br

[img:05GR00FOT01.jpg,full,vazio]

Ribeirão Preto começa a despertar para um mercado ainda pouco explorado no país: o de plantas para aquários. Animados com o surgimento de um novo conceito na atividade – o aquapaisagismo, que consiste na transferência de técnicas de jardinagem para dentro dos aquários -, os produtores modernizam seus modelos de cultivo e partem em busca de novos clientes.

A empresa Grow Aquarim Plants, fundada há menos de um ano, é uma prova de que o negócio vem se expandindo na cidade. Os sócios Rômulo Arantes e João Paulo Lima, apesar de estarem praticamente no início do trabalho, já sonham alto. Querem fornecer cinco mil vasinhos de plantas aquáticas por mês e não só para o mercado interno. Estão de olho, também, no exterior.

Localizada na avenida Maurílio Biagi, ponto de grande movimentação, a Grow tem um leque de 60 variedades de plantas. Arantes, que é formado em engenharia florestal, diz que a empresa foi montada porque o fascínio por aquários é um hobby que conquista, a cada dia, um número maior de adeptos. “As pessoas estão se interessando pelo assunto, principalmente quem tem uma rotina agitada e quer esquecer um pouco a correria do dia-a-dia. O aquário é uma terapia contra o estresse”, acredita.

E quem pensa que aquarismo é sinônimo apenas de peixes se engana. Um grupo de aficcionados pelo assunto no país vem mudando, aos poucos, esta idéia. Já existem aqueles que priorizam a vegetação e montam praticamente um jardim em miniatura no aquário. Os peixes servem, somente, para compor a paisagem. Neste caso, a disposição das plantas e outros elementos, como rochas e pedriscos, é arquitetada, planejada em cada detalhe. Até a iluminação é um fator essencial para deixar o projeto mais bonito.

Periodicamente, as plantas são podadas para que possam crescer com mais vigor. E a manutenção constante, feita semanalmente, é necessária para manter o visual atraente. Esta mudança de foco, que ficou conhecida no exterior como aqua scaping e chegou ao Brasil com a denominação de aquapaisagismo, já é tema até de campeonato. O CBAP (Campeonato Brasileiro de Aquapaisagismo) tem a participação anual de mais de cinco mil competidores.

É nessa realidade que apostam os empresários do ramo de plantas aquáticas. “Em sessenta dias, vamos estar produzindo em larga escala, ajudando a difundir o gosto pelos aquários. Infelizmente, no Brasil, isso ainda é um lazer caro. Para que seu custo diminua, é preciso popularizar. Este é o nosso desafio”, afirma Lima.

Outro produtor de Ribeirão, Vagner Bianchini, também está otimista. Ele produz plantas aquáticas há mais de 30 anos, mas só há seis entrou com força no mercado. “O que antes era uma diversão, virou coisa séria”. Só de espécies para aquários, oferece 350. Em 2001, eram apenas 20. A área de cultivo, de aproximadamente, cinco mil metros quadrados, abriga também variedades para embelezar lagos, mas é no aquarismo que reside a maior aposta para os próximos anos. “A atividade está começando a ficar conhecida. Quando mais gente descobrir, as vendas tendem a crescer ainda mais”.

A produção de Bianchini é comprada por lojas da própria cidade, de outras localidades do interior do Estado e de algumas capitais, inclusive São Paulo. A chácara, onde o cultivo nasceu e progrediu, fica no Bairro das Palmeiras. O filho, Júnior, ajuda a tocar os negócios. “Além de produzir, também orientamos aqueles que desejam montar um aquário, o que não é uma tarefa fácil. É importante saber quais espécies de plantas e peixes podem conviver num mesmo espaço”, alerta Bianchini.

Fonte: Gazeta de Ribeirão

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Sem categoria

2 Respostas para “Plantas aquáticas

  1. borelli

    Gostaria de saber o endereço completo e e-mail da empresa GROW AQUARIM PLANTS , pois faço o trajeto pela a Av. Maurlio Biagi e não à localizo, aliás nunca a vi( mudou-se?) . Agradeço desde já. Rogério

    Curtir

  2. alessandra

    muito bom eu adorei pórem nao explica muito o desempenho das plantas

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.