Não existe mais padrão na natureza

De acordo com o biólogo Maurício Fazi, é fácil observar essa mudança na flora e na fauna. Flores como os ipês, por exemplo, que teriam sua época de floração mais intensa no mês de setembro estão, desde maio e junho, com as espécies rosa, roxa e amarela dando as caras pela cidade. E, a mesma coisa que acontece com os animais, atinge as plantas. Algumas espécies perdem folhas durante o ano, outras não conseguem florescer e algumas aparecem fora de seu tempo.

“Isso se dá pelo estresse hídrico. Não temos mais aquele padrão de estação seca e estação chuvosa. Ou a seca é muito intensa, ou a chuva é muito forte. E os alimentos de várias espécies animais e de flores acabam tendo um padrão diversificado das estações que eram programadas. Perdemos o termostato de regulagem”, afirma o biólogo.

Ele explica ainda que existem espécies de animais que aguardam o inverno, retém energia, e esse inverno acaba nunca chegando. As espécies que não conseguem se adaptar a essas mudanças acabam extintas, não tem mais a sua casa, seu ambiente, e morrem. Já a flora está num padrão reprodutivo de um estresss de crescimento. Vivem em contínuo crescimento.

“São períodos de estresse de crescimento e o efeito desse período afeta os padrões de polinização e reprodução de todas as espécies. É tudo muito constante. Tudo está florescendo muito antes. Eles estão atendendo a um padrão climático completamente alternado. As florestas de araucária, por exemplo. Se refugiaram nas regiões mais frias, o Sul, e agora que não tem mais frio. Elas tendem a desaparecer ou se tropicalizar por todo Paraná. Não só porque o homem cortou as araucárias, mas porque o padrão climático favorece a isso”, comentou o biólogo.

De acordo com Fazi, pode ser que tenhamos picos de estresse onde flores não vão desabrochar, ou vão aparecer muito antes. Essas mensurações não podem ser feitas, e por isso, não sabemos com que tipo de flores, ou de animais, estaremos nos deparando daqui a alguns dias, quando está aberta a temporada da primavera. (FGS)

Fonte: [ Bem Paraná ]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Meio Ambiente

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.