Planta transgênica pode produzir substância contra o HIV

[img:transg_115.jpg,full,alinhar_esq_caixa] Quem diria que, para combater o vírus da Aids, os cientistas fossem lançar mão do tabaco? Claro que não como fumo — uso que faz sabidamente terrível mal à saúde e não teria meio de combater o patógeno –, mas como maneira de produzir um microbicida suficientemente agressivo para, na forma de gel, “desarmar” o HIV.

Já se sabe há algum tempo que uma substância batizada de griffithsina (mais conhecida pela sigla GRFT), produzida naturalmente por algas vermelhas, age como um eficiente inibidor contra o vírus da Aids. Em contato com o HIV, ele quase imediatamente desativa a capacidade do vírus de contaminar células humanas. Ele é, portanto, uma substância candidata a compor um gel que, aplicado na mucosa vaginal ou anal, poderia prevenir a infecção.

Ocorre que sua produção atualmente é complicadíssima e cara demais — muito mais cara do que simplesmente adotar a medida convencional mais barata de prevenção contra o HIV, que é o uso de camisinha.

Foi aí que entrou o grupo de Kenneth Palmer, da Universidade Louisville e da companhia Intrucept Biomedicine LLC, ambas dos Estados Unidos. Eles afirmam que, usando um vírus para alterar geneticamente plantas da espécie Nicotiana Benthamiana (vegetal herbáceo originário da Austrália, rico em nicotina e outros alcalóides), elas passaram a produzir a griffithsina em copiosas quantidades — mais de 1 grama por quilo de folhas da planta.

Com informações do G1

Fonte: [ Correio do Estado ]

>>>

Nota do editor: atenção para a armadilha das informações misturadas!

Primeiro eles tentaram jogar na mídia que os transgênicos seriam a salvação para a fome no mundo. Aí vieram os estudiosos e provaram que o problema da fome se deve, pelo menos em grande parte, à ineficiência da distribuição de alimentos.

Depois tentaram dizer que iríamos comer tomates transgênicos medicinais. Pura falácia, pois todo mundo sabe que uma longa exposição àlgum tipo de medicamento nos torna resistentes à medicação.

Agora eles vem com esse papo de que os transgênicos poderão produzir substâncias contra a AIDS, apelando para o medo generalizado da doença e para o alto custo de produção da substância.

Quem entende um pouco de economia sabe que o que define preço em mercado é demanda. Chama-se Lei da Oferta e Procura. Quanto maior a demanda, maior é a produção, menor é o preço. Quando a oferta é rara, o preço torna-se exorbitante para pessoas comuns.

Como a substância já existe em algas vermelhas, naturalmente. nada mais ecologicamente correto do que selecionar ao longo dos anos as variedades que produzem mais quantidade de GRFT, melhorar as técnicas de extração e aumentar a produção dessas algas.

E cultivar algas não é coisa tão difícil assim, ou é?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Biotecnologia, Cultivo, Transgênicos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s