A Natureza resolve cobrar royalties

Anderson Porto

[img:45687_650178__Custom_.jpg,full,alinhar_esq_caixa]Um belo dia… Mas belo mesmo! Daqueles com raios de sol inundando de cores azuis, verdes e amarelas tudo e todos, com pássaros voando no céu e mar calmo, convidando todos para um mergulho. Um belo dia Deus chama sua adorada filha, que nós humanos costumamos chamar de Mãe, a Natureza, para uma conversa.

— Não é possível que continue assim! – diz Ele. Minhas criações humanas agora deram para brincar de me imitar! Estão querendo me plagiar, usando minhas criações para fazer misturas genéticas entre plantas e animais, de forma a garantirem mais e mais lucros, mas sem me pagar nada pela criação original. Isso é plágio! Assim não dá !

— Mas Pai, – diz a Natureza – os seres humanos são eternos insatisfeitos. Elas não querem mais nutrir-se de alimentos que eu fabrico não. Eles agora preferem enlatados, pré-processados e semi-prontos. Tornaram artificialmente a comida natural muito mais cara que as fabricadas. Na velocidade que eles vivem, não dá mais para esperar um feijão cozinhar, lavar uma salada, saborear uma comida natural. Nem adianta mais ensinar a pescar, porque os mares estão poluídos e os peixes morrendo.

— Não interessa ! – responde Deus com uma voz de trovão. Eles já causaram devastação demais, poluição demais, feridas demais. Quero que você encontre uma forma de cobrar meus direitos. Estou farto dessa desumanidade irracional dos humanos. Veja o que fizeram com você, minha adorável filha !? Eles contaminaram seu sangue, desfiguraram seu rosto, tingiram seus cabelos. Insultaram seu carinho e dedicação. Você vem sendo castigada sem merecer, pois sempre ajudou no que pode, com a ajuda de seu irmão, o Sol. Juntos, vocês fornecem diariamente condições para que eles desfrutem da vida. Vocês são minhas obras primas e não posso deixar que esses humanos estraguem tudo.

— Pois preste atenção! Quero que você assuma uma postura mais intransigente, mais firme, para cobrar com vidas humanas toda a destruição que esta espécie já causou. Esses humanos precisam aprender a tratar você com mais respeito – esbravejou Deus, pondo fim à conversa.

E assim, depois de tanto proteger a espécie humana, a Mãe Natureza enfim viu-se obrigada por Deus a cobrar com vidas a destruição causada por mãos humanas.

E assim nasceu o aquecimento global, as enchentes, os tornados, os terremotos, doenças… Todo tipo de catástrofe já ocorrida e que ocorrerá para sempre no planeta Terra. Seu irmão, o Sol, que antes só iluminava e aquecia, agora castiga sem piedade.

Deus já mandou avisar: só suspende a cobrança quando a dívida da humanidade for paga.

– FIM –

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Meio Ambiente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s