Floresta velha, pulmão uma pinóia!

Por: Eng. Thomas Renatus Fendel – www.fendel.com.br

Quanta abobrinha se divulga se ensina e se engole, hoje e sempre, amém.

As velhas, centenárias, cansadas e aposentadas árvores, são pintadas de noviças intactas, cheias de predicados e virtudes saborosas.

Atribuem-lhes qualidades que não mais possuem, embora as tenham outras em abundância.

Invertem até seu ciclo biológico, no planeta inteiro.

Um pulmão, por definição, faz exatamente o contrário do que faz qualquer vegetal novo. Qualquer pulmão consome oxigênio e libera gás carbônico, o oposto daquilo que intentam atribuir e falastrar para a floresta tropical. Além de que floresta velha não cresce, estagna, e portanto não acumula carbono e nem libera oxigênio. Os ciclos são fechados e os saldos nulos.

Já plantações de soja ou de dendê, são ávidas comedoras de carbono e generosas produtoras de oxigênio, mas esta nua realidade não interessa aos irracionais eco-babacas amestrados.

Por causa de um sapo de traseiro rosinha, ameaçado de desaparecer, pintam e mamagueiam bobagens abissais e criminosas, além de sacanear com nosso próprio desenvolvimento. Oras, qual o problema de sumir algum tipo de coisa específica da face deççepraneta?

Não se tenta dizimar os pernilongos da dengue? Não se assassinam os micróbios que provocam a paralisia infantil? Não se busca exterminar os ratos? Por acaso o mundo seria melhor com dinossauros arrancando e comendo árvores em nossos jardins? Acho que não. Os animais que deveriam ser escafedidos são os orelhudos roedores e impertinentes eco-escravagistas, a serviço do abobalhamento universal.

Assim chegamos ao cúmulo de “preservar” 80% das terras amazônicas, enquanto se amontoa gente e mais gente, uma em cima da outra, nas grandes cidades. E com a mesma bêsta ladainha criamos estúpidas e enormes reservas indígenas para seres que querem evoluir, a mando de igrejas cafajestes e de porcas ONGs a serviço do phoder mundial.

Não existe nenhum macaco na terra, caminhando sobre 2 pernas, que não se auto defina ecologista. Até os ladrões banqueiros se pintam de sustentáveis e com todos os demais eco-chavões imagináveis.

A moda imbecil da década é reciclar papel para reduzir a “pegada” de carbono. Oras, isso é exatamente antagônico. Quando se faz papel novo, que vai pro lixo, se está seqüestrando e enterrando carbono…

Mas, de fato é burrice reduzir o carbono atmosférico, único e real alimento dos vegetais através da graciosa fotossíntese.

Quanto mais carbono no ar, mais crescem as plantas e mais comida teremos, óbvio.

O CO2 atmosférico existe em proporção menor do que 0,04%, e é ridículo lhe atribuir propriedades estufantes, tanto é que estamos em pleno resfriamento global, caminhando para nova micro era-glacial.

Nossas florestas novas engenhadas produzem 20 vezes mais celulose do que na gélida Finlândia, onde uma árvore tem de pedir licença à outra, para receber um mísero raio solar… e mesmo assim o papel aqui produzido é mais caro que lá… devido aos roubos institucionais deççanoççalatrina.

Em nome de idiotas e falsas restrições ambientais, nossas fantásticas hidroelétricas são feitas bem menores do que o ideal, estradas deixam de ser construídas, e demais obras passam por restrições que só favorecem maracutaias e dinheiro nas calcinhas.

Urge exterminar as crendices.

Os mentirosos, ladrões e ignorantes deveriam ser responsabilizados por seus atos.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Alimentos, Árvores, Biocombustíveis, Meio Ambiente, Reciclagem, Técnicas

6 Respostas para “Floresta velha, pulmão uma pinóia!

  1. alika

    nossa, como não li isso antes! quanta inteligência, quanta informação, que texto, que linguagem maravilhosa! também acho que as mudanças climáticas e o derretimento das calotas polares são tudo invenção criada para favorecer “maracutaias e dinheiro nas calcinhas”. Também acho que se deveria derrubar tudo e construir mais estradas, mais prédios, mais concreto, enfim, mais desenvolvimento e dinheiro. Afinal, é isso que nos faz felizes não é? Consumo já! Depois deixe que prefeituras e governos resolvam probleminhas como enchentes. Árvores velhas centenárias são horríveis e não produzem oxigênio suficiente. Vamos derrubar todas, só ocupam espaço que poderia ser ocupado por mansões em condomínios ou prédios de 30 andares luxuosos. Precisamos de mais carros, isso sim, porque gás carbônico é que faz bem e que as plantas precisam tanto porque quase não tem carros nas ruas.

    Curtir

  2. Não vejo árvores em pé como desperdício não – prova disso é que temos o manejo sustentável.

    Árvores são como bombas aspersoras de gotículas de água na atmosfera. Precisamos delas !!! Árvores centenárias possuem informações de longas épocas em seus anéis e principalmente raízes profundas, que promovem prospecção de lençóis freáticos e colaboram para o ciclo da água.

    Represar e inundar um espaço para construir uma hidroelétrica, sem antes retirar as árvores, eu entendo como burrice.

    E sou a favor de construirmos cidades inteligentes, com saneamento, transporte e desenvolvimento encorado em bases de sustentabilidade e não do puro e simples extrativismo.

    Extrativismo já era.

    Curtir

  3. … é a crença climática está substituindo a religiosa…
    e ambas são do mesmo naipe, falsas, embustoras, mentirosas.
    Licença ambiental seria necessária, no meu ponto de vista, para adcionar um tijolo na cidade de SP.
    Sem dúvida é burrice afogar as árvores nas represas.
    Um pé de abobrinha produz proporcionalmente a mesma quantidade de gotículas de água do que pé de limão… idem um eucalipto comparado a um jacarandá.
    Aliás… nenhuma árvore consome tanta água como lhe culpam. Idem pé de soja ou amendoim.
    As cidades deveriam ter 20% de área virgem intocada… inclusive mata ciliar… tal qual qualquer terreno.
    A cidade de SP tem enchente por incompetência, pois está a 750 m acima do nível do mar, e a menos de 50 km deste… tinha até reversão do rio Pinheiros… e uma usina hidroelétrica mais velha do que eu… tudo desativado, por burrice, ao invés de ampliado.

    Curtir

  4. rose

    Nossa Calma , assim vai ficar com uma gastrite nervosa.!!rsrsr

    Curtir

  5. Sergio Montoni

    Quem pode tem feito exatamente o que o engenheiro falou..a onda ecologista chegou(acho que tardiamente) depois dos estragos constatados….o lucro para quem devasta é evidente…o que se ganha protegendo as florestas????com certeza nao é grana…

    Curtir

  6. São os milionários pilantras que lutam pela preservação ambiental! kkkkk Até parece.
    É, os magnatas dessa “nova religião” ganham fortunas protegendo as florestas! (Faça-me o favor).

    Resumir a importância de uma floresta, ou mesmo de uma árvore centenária atribuindo-lhe apenas a função de produzir oxigênio é a coisa mais burra que já ouvi (e isto em uma era dita “da informação”).

    Dizer “acabe com as florestas e ergam prédios de concretos que nos fazem felizes” é outro besteirol que apenas uma mente doente pode disparar. Que eu saiba, o “povo” que vive em meio ao “concreto” não é nem de longe um povo feliz ou com a saúde mental em dia (para não entrar no campo das doenças não-mentais).

    Achar que plantações de soja ou seja lá o que for substitui tudo o que uma floresta tem a oferecer é coisa de quem lucra com a derrubada de floresta e com a agricultura. Será que gente assim sabe quantos medicamentos surgiram da exploração dos seres vivos nas florestas? Um sapo extinto pode ser a extinção de um possível medicamento. Para não falar em outros campos, além da medicina, que buscam conhecimento e inspiração na natureza.

    Acabem com as florestas!!! Assim, a raça humana se extingue de uma vez e a Terra se ocupará de repor as florestas novamente. As florestas se foram e voltaram uma infinidade de vezes neste pequeno planetinha. Nossa espécie, como outras tantas, pode não ter tanta sorte quanto acha que tem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s