Aveloz ou avelós

Por Lelington lobo Franco
lelingtonevergreen@bol.com.br

AVELOZ ou AVELÓS

Arbusto exótico pode ser a chave para a vitória na batalha contra o câncer!

O avelós agora está sendo usado para tratamento de redução de tumor de câncer.

Estas são apenas algumas das frases usadas para a publicidade do aveloz, um remédio preparado a partir da seiva leitosa de um arbusto brasileiro de nome cientifico Euphorbia tirucalli. Hoje é vendida nos Brasil em forma líquida ou nos Estados Unidos e em glóbulos por médicos naturalistas.

Euphorbiaceas (eufórbio) produzem uma seiva branca semelhante ao látex que é extremamente irritante para a pele e membranas mucosas e podem produzir inflamação na pele, conjuntivite nos olhos, queimação na boca e garganta, diarréia e gastrenterite.

LIVRO DO PROFESSOR LELINGTON

Continue Lendo “Aveloz ou avelós”

Algas industriais

Por Fabio Reynol, de Natal (RN)

Macroalgas merecem mais pesquisa e podem movimentar indústria lucrativa no país, dizem especialistas durante Reunião Anual da SBPC (foto: reprodução)
Agência FAPESP – As algas marinhas são usadas para branquear papel, na composição do envoltório de cápsulas de medicamentos, na fabricação de tintas e de cosméticos e como aditivos na indústria alimentícia – além de servirem diretamente como alimentos.

São ainda fontes de inúmeras substâncias bioativas com aplicações na medicina.

Por essas razões, as algas marinhas mereceriam receber mais atenção no Brasil tanto de cientistas como de investidores.

Essa é a opinião de especialistas em macroalgas marinhas que apresentaram o panorama da pesquisa científica nacional sobre esses vegetais durante a 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Natal.

Continue Lendo “Algas industriais”

Ciência e fraude no debate da maconha

[i]SIDARTA RIBEIRO, JOÃO R. L. MENEZES, JULIANA PIMENTA e STEVENS K. REHEN

Causa-nos estranheza que psiquiatras venham a público negar o potencial terapêutico da maconha, medicamento fitoterápico de baixo custo

O artigo contra o uso medicinal da maconha de Ronaldo Laranjeira e Ana C. P. Marques (“Maconha, o dom de iludir“, “Tendências/Debates”, 22/7) contém inverdades que exigem um esclarecimento.

Continue Lendo “Ciência e fraude no debate da maconha”

observando as flores…

Você já olhou uma flor hoje? Viu o quanto ela é perfeita ? Já sentiu o vento e o calor do sol? Já viu a lua no céu e as estrelas que brilham?

Se ainda não viu, ainda dá tempo, a Natureza ainda esta ainda está aí, ainda temos a chance de nos conectarmos a ela, de nos renovarmos junto a ela, de agradecermos pela vitalidade que ela nos transmite…

Parece que o tempo passa tao rápido, que as vezes esquecemos o mais importante, esquecemos no nosso corrido quotidiano do porque estamos nesse planeta, esquecemos por que respiramos, por que andamos, sentimos e falamos. Às vezes esquecemos até que estamos vivos…

Continue Lendo “observando as flores…”

Pragas ameaçam lavouras transgênicas brasileiras

Pesquisador alerta para a ocorrência de prejuízos irreparáveis caso produtores não ajam rapidamente

Dos 38 milhões de hectares plantados com lavouras de soja, milho e algodão transgênicos no Brasil, cerca de 4 milhões – 10,5% da área – estão infestados por plantas daninhas resistentes ao glifosato, apontado como o mais eficiente herbicida já desenvolvido para o controle de pragas nesses cultivos. O produto começou a ser usado na década de 1970 e, nos últimos quatro anos, teve seu consumo mundial aumentado em cerca de 20%.

Stephen Powles, diretor do WA Herbicide Resistance Initiative e da Escola de Biologia Vegetal na Universidade de Western Austrália, avaliou, em entrevista ao jornal Zero Hora, o problema nas lavouras brasileiras. Ele sugeriu que, se os produtores não agirem rapidamente, os prejuízos serão irreparáveis nas próximas safras.

Continue Lendo “Pragas ameaçam lavouras transgênicas brasileiras”

Cidade dos EUA aprova produção industrial de maconha

Grandes fazendas prejudicam pequenos agricultores locais e plantação caseira
A cidade norte-americana de Oakland, na Califórnia, aprovou um plano para autorizar a operação de quatro fábricas que vão cultivar, processar e embalar maconha.

Com isso, a cidade pode ser a primeira dos Estados Unidos a autorizar o cultivo da planta em escala industrial.

A Câmara Municipal de Oakland aprovou o projeto ontem [20 de julho de 2010], após uma votação de cinco votos a dois, com uma abstenção. A proposta voltará ao órgão do governo para votação final, mas espera-se que o resultado não mude.

Continue Lendo “Cidade dos EUA aprova produção industrial de maconha”

Exposição a plantas pode aumentar imunidade

Substância produzida pelas plantas seria benéfica aos humanos

Phytoncides, químicos transportados pelo ar emitidos pelas plantas para protegê-las do apodrecimento, de insetos e de micróbios aparentemente também beneficiam os humanos (Getty Images)

No verão, alergias e a promessa do ar condicionado tendem a levar as pessoas a lugares fechados. Mas para aqueles que conseguem suportar o calor e o pólen, passar mais tempo junto à natureza pode ter alguns efeitos surpreendentes à saúde. Numa série de estudos, cientistas descobriram que, quando as pessoas trocam suas “prisões” de concreto por algumas horas em ambientes naturais – florestas, parques e outros locais com muitas árvores –, elas apresentam um aumento na função imunológica.

Continue Lendo “Exposição a plantas pode aumentar imunidade”