Por que assinar o projeto Tudo Sobre Plantas ?

Para se cadastrar, <<< [  CLIQUE AQUI ] >>>

Ao longo de 08 (oito) anos de projeto, testamos várias fórmulas para tentar criar um projeto que se mantivesse “sozinho“, sem ajuda financeira de empresas patrocinadoras.

Vejamos as tentativas:

1) Conteúdo gratuito: as contas do projeto eram pagas exclusivamente através de doações voluntárias e do próprio bolso do desenvolvedor.

O desenvolvimento e a manutenção do portal dependia de contribuições esporádicas, que não eram suficientes para pagar a hospedagem, contas de luz e Internet (fora que a captação insuficiente de recursos tornava praticamente impossível a compra de livros e revistas sobre plantas, utilizados para cadastrar espécies no Banco de Dados).

Resumindo, ao longo de 04 (quatro) anos, de novembro de 2002 até novembro de 2006, o projeto saía do ar quase que mensalmente e sem previsão de retorno, com contas atrasadas e/ou luz cortada, ou o computador utilizado para desenvolvimento precisando de manutenção – isso mantinha o desenvolvimento do portal parado por semanas, às vezes meses.

Enfim, era caótica e insustentável a situação. Precisávamos de uma solução alternativa. Aí veio a segunda tentativa.

2) Acesso parcial e gratuito (ou) irrestrito e pago: a partir de dezembro de 2006, instituiu-se a possibilidade de acesso parcial e gratuito, onde o usuário podia se cadastrar e acessar algumas seções do projeto, ou o acesso irrestrito e pago, por um período determinado (mensal, trimestral, semestral e anual).

Essa modalidade fez sucesso e em pouco tempo tínhamos mais de 3 mil usuários, gratuitos e assinantes. O projeto nunca mais saiu do ar por problemas financeiros e pudemos fazer investimentos em máquinas digitais, livros e principalmente criando novas seções, ferramentas e serviços.

Só que havia um problema…

A maioria dos usuários assinantes, os que escolhiam assinaturas pagas para terem acesso a todo o conteúdo, simplesmente deixavam de pagar os boletos bancários que estavam sendo emitidos e enviados para suas casas. Pior ainda, mudavam-se para outra localidade e não atualizavam o endereço.

As cobranças eram enviadas e não eram pagas, gerando custos e mais custos para o projeto: cerca de R$ 2,00 por envio de boleto, para cerca de 3000 usuários… Bem, façam as contas.

Acreditar na honestidade das pessoas que assinavam o projeto foi um processo que mostrou-se frustrante e que gerou dívidas que impediram o crescimento do projeto.

O que nos leva a terceira e última tentativa, antes de… ou vender o projeto, ou aceitar patrocínio de empresas (o que, na prática, ao meu ver, é a mesma coisa que vender o projeto).

3) Acesso total mediante assinatura anual: o projeto sobrevive com custos fixos (hospedagem, acesso à Internet, luz e telefone) e custos variáveis, ocasionais (compra de livros, revistas, CD-ROM’s, DVD’s, pagamento de serviços terceirizados, compra de brindes e envio destes pelo Correio) e se mantém online.

Para se cadastrar, <<< [  CLIQUE AQUI ] >>>

O envio de cobranças pelo correio foi suspenso e o valor da assinatura anual eventualmente recebe descontos de até 80%. Desta forma, o projeto se mantém, mas não consegue aumentar significativamente a receita e, com isso, o desenvolvimento do portal se mantém suspenso.

Iremos manter a atual estrutura de acesso, mediante assinatura anual, até final de novembro de 2010. Caso até lá o volume de assinaturas não permita o crescimento e o desenvolvimento de novas funcionalidades, então só nos restará aceitar:

4) Acesso gratuito e liberado mediante compra de cotas de patrocínio por empresas privadas.

O grande problema de aceitar o patrocínio mediante compra de cotas de publicidade é o fato de que esta modalidade acaba entrando em conflito com a divulgação de informações destas mesmas empresas.

A isenção e a imparcialidade podem ficar comprometidas. Poderemos perder nossa liberdade para publicar notícias, fatos e dados sobre plantas, pois teremos a possibilidade de conflitos de interesses, em teoria.

>>>

Depende sempre de vocês.

É por vocês que este projeto continua… E continuará !

Ajudem o projeto a crescer. Cadastrem-se e mantenham o projeto, pois ele é feito para uso de vocês.

Para se cadastrar, <<< [  CLIQUE AQUI ] >>>

Abraços!

Anderson C. Porto
———————————————————————————————-
Desenvolvedor do projeto Tudo Sobre Plantas
Coordenador de Grupos de Estudos sobre Plantas
Mantenedor do Fórum, Galeria e Blog Tudo Sobre Plantas
Analista de Sistemas e fotógrafo amador
Planeta Terra – Rio de Janeiro – Brasil
Tel: (21) 9688-9521

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Árvores, Bambu, Biocombustíveis, Biodiversidade, Biopirataria, Biotecnologia, Bonsai, Cannabis, Controle biológico, Cultivo, Curiosidades, Doenças, Emagrecimento, Exposição, Fitoterápicos, Flores, Fotos, Frutas, Herbicidas, Homeopatia, Listagens, Meio Ambiente, Mudas, Orgânicos, Plantas Medicinais, Pragas, Reciclagem, Sementes, Técnicas, Transgênicos, Vídeos, Votação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s