Mercado de flores comestíveis cresce no Brasil

Produto tem como principal foco a alta gastronomia

Mercado de flores comestíveis cresce no Brasil

Tradicionalmente usadas na decoração, as flores têm ganhado um espaço cada vez maior também na culinária. O mercado de flores comestíveis, já consolidado no exterior, cresce a cada ano no Brasil e tem como principal foco a alta gastronomia.

O carpaccio de robalo, prato da cozinha japonesa, ganha beleza, sabor e aroma com quatro tipos de flores. A preparação é quase uma arte. As pétalas precisam ser manuseadas com uma espécie de pinça gigante, algo que o chefe de cozinha Shinya Koike domina e faz com muito gosto. Na profissão há 20 anos, ele veio do Japão e abriu um restaurante em São Paulo. na culinária oriental, o uso das flores já é tradição.

Para compor os pratos, Shin compra oito caixas de flores por semana. As plantas usadas no restaurante na capital paulista saem de estufas, instaladas em uma fazenda em Cerquilho, a 150 quilômetros de São Paulo. A responsável pela produção é Deborah Orr. Ela herdou do pai não só o negócio, mas também o vasto conhecimento sobre ervas, flores e até culinária.

O amor-perfeito e a capuchinha são algumas das precursoras da “moda” das flores comestíveis. É um mercado que no Brasil já tem quase uma década, mas que cresceu mesmo nos últimos três ou quatro anos.

O cultivo costuma ser feito em ambiente protegido, com água e luz controlados, e sem o uso de produtos químicos. Todo mês, uma amostra de plantas é analisada em laboratório para saber se estão aptas para consumo.

A cada semana, cerca de quatro mil flores saem das estufas de Débora e vão para restaurantes, hotéis e escolas de culinária de todo o país. Uma caixa com 40 flores é vendida em média por R$ 16. Ela conta que os chefs de cozinha atuam como parceiros na produção.

Na culinária, as flores são usadas principalmente em saladas e sobremesas. Funcionam como ervas ou temperos: servem para dar um leve aroma aos pratos.

Outro item bastante procurado pelos chefs de cozinha que virou moda nos restaurantes de alta gastronomia são os brotos. São pequenas porções de alimento, mas grande quantidade de sabor. Eles têm cerca de cinco centímetros. Podem ser de beterraba, de manjericão, de salsão, entre outros, e conferem aos pratos um sabor intenso, mas escondido.

Fonte: Canal Rural

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Flores, Orgânicos

Uma resposta para “Mercado de flores comestíveis cresce no Brasil

  1. Fernando Alberton

    Eu gostaria de saber se a flor do kiwi é comestivel? fernandota@uol.com.br

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s