Arquivo do mês: janeiro 2011

Casa construída com cânhamo

Casa desenhada por Anthony Brenner e sua empresa Push Design é a primeira casa de cânhamo nos Estados Unidos.


Uma casa com 315 metros quadrados feita de Cannabis, ou cânhamo, acaba de ser concluída em Ashville, no estado americano da Carolina do Norte.

Não se trata da Cannabis usada para produzir a droga, mas a sua variedade industrial, que possui um teor muito pequeno de THC, o princípio psicoativo da droga. Este tipo de cânhamo é usado há séculos para produzir tecidos, cordas e também como material de construção. Ambos, o papel onde foi escrita a constituição americana e as velas das embarcações que trouxeram Cabral ao Brasil eram feitos com esta matéria-prima.
Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cannabis, Técnicas

Árvores criam raízes em excesso para usá-las como armas, diz ecólogo

SINDYA N. BHANOO
DO “THE NEW YORK TIMES”

Cientistas afirmam que raízes extras de árvores servem para dificultar crescimento de outras árvores ao redor


As árvores possuem muito mais raízes do que precisam para capturar nutrientes do solo, diz Ray Dybzinski, ecólogo da Universidade de Princeton (EUA). Mas para que servem essas raízes extras?

Usando um software para prever os padrões de crescimento em florestas ao longo do tempo, Dybzinski e seus colegas afirmam que as raízes superabundantes funcionam como armas para evitar o crescimento de outras árvores.

Criar raízes exige energia, e a abordagem mais “eficiente” seria cada árvore ter apenas a quantidade suficiente para capturar a água e os nutrientes de que precisa.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Árvores, Curiosidades, Meio Ambiente, Notícias

Planta parasita


Foto: Maricy Rizzato

Isso que pode parecer um fungo, ou um bicho é, na verdade, uma planta pertencente às Angiospermae, família Balanophoraceae.

As plantas desta família são bem insólitas: não possuem clorofila, e portanto não realizam fotossíntese. São parasitas das raízes de outras plantas, predominantemente de árvores.

O que se vê na foto (o facão é para dar uma idéia do tamanho) é uma inflorescência, ou seja a flor da planta.

Fonte: [ Fundação Boticário ]

2 Comentários

Arquivado em Curiosidades

Botânicos listam 1,25 milhão de plantas; dados estão disponíveis na internet

Botânicos do Reino Unido e dos EUA dividiram uma tarefa de compilação de 1,25 milhão de nomes de plantas, que estão disponíveis na internet.

As informações podem ajudar o trabalho de conservacionistas, desenvolvedores de drogas e pesquisadores que atuam em agricultura, unificando os nomes das plantas conhecidas.

O projeto contou com a participação de dois institutos renomados em botânica –o britânico Royal Botanic Gardens e o norte-americano Missouri Botanical Garden.

A ideia de um banco de dados desse porte remota a 1999, durante um congresso com especialistas, que apontaram para a necessidade de se obter um cenário real da biodiversidade de plantas em nível mundial como forma de proteger as ameaçadas.

O banco disponibiliza famílias e subgrupos de plantas, além de indicar os vários nomes de uma mesma espécie e os tipos que ainda não foram totalmente catalogados cientificamente.

Fonte: [ Folha.com ]

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, Listagens, Projetos

Casca de banana transformada em pó pode despoluir água

Esnobada por indústrias, restaurantes e até donas de casa, a casca de banana pode em breve dar a volta por cima.

Descobriu-se que, a partir de um pó feito com ela, é possível descontaminar a água com metais pesados de um jeito eficaz e barato.

O projeto é de Milena Boniolo, doutoranda em química pela Ufscar (Universidade Federal de São Carlos, no interior paulista), que teve a ideia ao assistir a uma reportagem sobre o desperdício de banana no Brasil.

“Só na Grande São Paulo, quase quatro toneladas de cascas de banana são desperdiçadas por semana. E isso é apenas nos restaurantes”, diz a pesquisadora.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Frutas, Meio Ambiente, Técnicas

FCFRP produz patente com o antimicrobiano alecrim pimenta

Por Valéria Dias – valdias@usp.br

Encapsulamento do óleo essencial da planta em micropartículas originou dois produtos

O alecrim pimenta (Lippia sidoides) é uma planta muito usada pela medicina popular como antimicrobiano e antifúngico e que já foi tema de diversas pesquisas científicas que comprovaram suas propriedades benéficas. Toda essa “riqueza natural” acaba de ser alvo de uma patente na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP. Pesquisadores do Laboratório de Pesquisa & Desenvolvimento em Processos Farmacêuticos (LAPROFAR) patentearam dois produtos a base de alecrim pimenta obtidos a partir do encapsulamento do óleo essencial da planta em micropartículas. Um dos produtos poderá ser usados em formulações de medicamentos e cosméticos, e o outro, na conservação de alimentos processados.

O trabalho foi realizado pela farmacêutica Luciana Pinto Fernandes. Ela explica que os dois produtos são apresentados em forma de pó – as micropartículas são visíveis apenas pelo microscópio eletrônico. “A diferença entre eles é a maneira como foram obtidos e o direcionamento de uso dado a cada um, devido aos custos dos processos de obtenção”, conta a pesquisadora, que estudou o alecrim pimenta durante seu doutorado, apresentado em janeiro de 2009 sob a orientação do professor Wanderley Pereira de Oliveira, coordenador do LAPROFAR.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Medicamentos, Plantas Medicinais