Pobre stévia brasileira

por Francisco Souza

Ontem falei da Stevia rebaudiana, uma erva originaria do Brasil, mais precisamente, nos estados do sul e também do Paraguai. A stévia era usada pelos índios, dessas regiões para adoçar bebidas, principalmente chá mate.

Nos anos 70, em Maringá, no Paraná, foi feito um projeto inédito que visava a produção, em grande escala, de um adoçante com zero caloria, totalmente natural, extraído das folhas de stévia.

A empreitada contou com a ajuda de professores da Universidade de Maringá que resolveram o problema da extração do steviosídeo, que é um pó branco, de poder adoçante 300 vezes mais potente que o açúcar, e totalmente zero cal.

Os agrônomos, por sua vez, equacionaram a estratégia do plantio da stevia, o que seria uma alternativa econômica para o declínio das plantações de café.

As tecnologias foram passadas à iniciativa privada que montou um grande projeto agro industrial que forneceria ao mercado nacional e internacional um produto de alta qualidade, o adoçante ideal.

Quando tudo estava pronto, a MONSANTO, a mesma que agora esta produzindo alimentos transgênicos, lançava nos Estados Unidos um adoçante químico, através da mistura de dois aminoácidos(fenilalanina e ácido aspártico) o Aspartame.

Coincidência ou não a FDA, agência americana que regulamenta o uso de alimentos e medicamentos, divulgou a seguir um estudo dizendo que o steviosídeo tinha um grande potencial carcinogênico. A afirmação foi baseada num trabalho obscuro onde foi fornecido à ratos quantidades enormes do adoçante e alguns apresentaram câncer. Seria o equivalente a um ser humano comer vários quilos de steviosídeo por dia… Agora imagine se alguém vai fazer isso com um adoçante que é 300 vezes mais doce que o açúcar?

Os Estados Unidos baniram a stévia do seu território e, por muitos anos, quem fosse pego portando adoçante a base de stévia era tratado como traficante de drogas! A 10 anos uma nova resolução amenizou a lei e, permite agora, o uso da stévia, mas apenas como complemento alimentar. Até no Brasil as pessoas ficaram com medo de usar adoçantes a base de stévia!

Resumindo: o mega-projeto de produção e exportação de stévia foi pro espaço; o Aspartame embora fosse quase um veneno, para os diabéticos, começou a vender como água e o único adoçante realmente natural, somente agora, começa a ganhar nova perspectiva de consumo por aqui.

No Japão não….Os japoneses, na mesma época, levaram do Paraná, mudas de stévia e, em parceria com os chineses, plantaram mais de 1 milhão de hectares de stévia na China.

A China produz atualmente milhares de quilos de steviosídeo e os exporta para quase todos os paises do oriente. O Japão, por sua vez, compra a maior parte dessa produção e usa há mais de 30 anos o steviosídeo na industria alimentícia como adoçante e também na cerveja e nos cosméticos.

No Ocidente, o Aspartame continua vendendo bem, a MONSANTO agradece…

Fonte: [ Blog Chico Agulha ]

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Alimentos, Biopirataria, Curiosidades, Emagrecimento, Mudas

7 Respostas para “Pobre stévia brasileira

  1. Renato

    Só queria perguntar uma coisa….. POR QUE NÓS POVINHO, ESTÚPIDO, SIMPLESMENTE NÃO DEIXAMOS DE CONSUMIR, QUAL QUER PRODUTO QUE A “MONSTROSANTO” PRODUZ OU PARTICIPA DE ALGUMA FORMA DA PRODUÇÃO É SÓ SUBSTITUIR POR OUTRO PRODUTO. PODEMOS CONQUISTAR TUDO O QUE QUISERMOS É SÓ AGIRMOS.
    EU SÔ PARCEIRO.

    Curtido por 1 pessoa

  2. simone

    Adorei …é isso aí.Onde posso comprar mudas desta planta? Obrigada!

    Curtir

  3. Paula

    Olá, Adorei o artigo.E tb gostaria de saber onde posse conseguir uma muda de Stévia?

    Curtir

  4. O grande diferencial de países desenvolvidos e o Brasil é isso : falta de objetivo e criatividade. Os brasileiros são medíocres perante os chineses ,japoneses e americanos. Os brasileiros não sabem ser heróis , fogem diante das dificuldades , um coloca a culpa no outro e são preguiçosos , malandros e courruptos.

    Curtir

  5. A planta é originária daqui, muito se falou, criticou, mas ninguem revela como obter muda de stévia. Brasileiro gosta de falar muito sem objetividade. E veja que entrei aqui pela indicação de onde encontrar mudas. …

    Curtir

  6. Lúcia Ciríaco

    tambem entrei para procurar mudas para comprar. Agora quero mudas ou sementes desta planta. Onde compro, alguem pode me indicar?

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.