Pobre stévia brasileira

por Francisco Souza

Ontem falei da Stevia rebaudiana, uma erva originaria do Brasil, mais precisamente, nos estados do sul e também do Paraguai. A stévia era usada pelos índios, dessas regiões para adoçar bebidas, principalmente chá mate.

Nos anos 70, em Maringá, no Paraná, foi feito um projeto inédito que visava a produção, em grande escala, de um adoçante com zero caloria, totalmente natural, extraído das folhas de stévia.

A empreitada contou com a ajuda de professores da Universidade de Maringá que resolveram o problema da extração do steviosídeo, que é um pó branco, de poder adoçante 300 vezes mais potente que o açúcar, e totalmente zero cal.

Os agrônomos, por sua vez, equacionaram a estratégia do plantio da stevia, o que seria uma alternativa econômica para o declínio das plantações de café.

As tecnologias foram passadas à iniciativa privada que montou um grande projeto agro industrial que forneceria ao mercado nacional e internacional um produto de alta qualidade, o adoçante ideal.

Quando tudo estava pronto, a MONSANTO, a mesma que agora esta produzindo alimentos transgênicos, lançava nos Estados Unidos um adoçante químico, através da mistura de dois aminoácidos(fenilalanina e ácido aspártico) o Aspartame.

Coincidência ou não a FDA, agência americana que regulamenta o uso de alimentos e medicamentos, divulgou a seguir um estudo dizendo que o steviosídeo tinha um grande potencial carcinogênico. A afirmação foi baseada num trabalho obscuro onde foi fornecido à ratos quantidades enormes do adoçante e alguns apresentaram câncer. Seria o equivalente a um ser humano comer vários quilos de steviosídeo por dia… Agora imagine se alguém vai fazer isso com um adoçante que é 300 vezes mais doce que o açúcar?

Os Estados Unidos baniram a stévia do seu território e, por muitos anos, quem fosse pego portando adoçante a base de stévia era tratado como traficante de drogas! A 10 anos uma nova resolução amenizou a lei e, permite agora, o uso da stévia, mas apenas como complemento alimentar. Até no Brasil as pessoas ficaram com medo de usar adoçantes a base de stévia!

Resumindo: o mega-projeto de produção e exportação de stévia foi pro espaço; o Aspartame embora fosse quase um veneno, para os diabéticos, começou a vender como água e o único adoçante realmente natural, somente agora, começa a ganhar nova perspectiva de consumo por aqui.

No Japão não….Os japoneses, na mesma época, levaram do Paraná, mudas de stévia e, em parceria com os chineses, plantaram mais de 1 milhão de hectares de stévia na China.

A China produz atualmente milhares de quilos de steviosídeo e os exporta para quase todos os paises do oriente. O Japão, por sua vez, compra a maior parte dessa produção e usa há mais de 30 anos o steviosídeo na industria alimentícia como adoçante e também na cerveja e nos cosméticos.

No Ocidente, o Aspartame continua vendendo bem, a MONSANTO agradece…

Fonte: [ Blog Chico Agulha ]

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Alimentos, Biopirataria, Curiosidades, Emagrecimento, Mudas

7 Respostas para “Pobre stévia brasileira

  1. Renato

    Só queria perguntar uma coisa….. POR QUE NÓS POVINHO, ESTÚPIDO, SIMPLESMENTE NÃO DEIXAMOS DE CONSUMIR, QUAL QUER PRODUTO QUE A “MONSTROSANTO” PRODUZ OU PARTICIPA DE ALGUMA FORMA DA PRODUÇÃO É SÓ SUBSTITUIR POR OUTRO PRODUTO. PODEMOS CONQUISTAR TUDO O QUE QUISERMOS É SÓ AGIRMOS.
    EU SÔ PARCEIRO.

    Curtido por 1 pessoa

  2. simone

    Adorei …é isso aí.Onde posso comprar mudas desta planta? Obrigada!

    Curtir

  3. Paula

    Olá, Adorei o artigo.E tb gostaria de saber onde posse conseguir uma muda de Stévia?

    Curtir

  4. O grande diferencial de países desenvolvidos e o Brasil é isso : falta de objetivo e criatividade. Os brasileiros são medíocres perante os chineses ,japoneses e americanos. Os brasileiros não sabem ser heróis , fogem diante das dificuldades , um coloca a culpa no outro e são preguiçosos , malandros e courruptos.

    Curtir

  5. A planta é originária daqui, muito se falou, criticou, mas ninguem revela como obter muda de stévia. Brasileiro gosta de falar muito sem objetividade. E veja que entrei aqui pela indicação de onde encontrar mudas. …

    Curtir

  6. Lúcia Ciríaco

    tambem entrei para procurar mudas para comprar. Agora quero mudas ou sementes desta planta. Onde compro, alguem pode me indicar?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s