Visita ao Jardim Botânico Plantarum

por Anderson Porto

Domingo, 13 de novembro de 2011, partimos do aeroporto do Galeão rumo à Campinas. De lá, fomos para um hotel em Paulínia, dormimos e no dia seguinte, após o café, começamos o planejamento do que fazer nos próximos dias.

Na segunda fomos de ônibus para o local do evento. Deixo aqui registrado que na hora de entrar, após enfrentar uma fila danada, embaixo de chuva, a revista da organização jogou no lixo meu guarda-chuva, um lápis de olho de minha mulher e uma garrafinha d’água. Sim, vocês leram direito: jogaram no lixo!

Aquilo me tirou boa parte da animação e acabou se refletindo mais tarde, depois de andar pra lá e pra cá, sem ter onde descansar a não ser sentar numa calçada molhada ou tentar a sorte numa arquibancada lotada. Passadas algumas horas, resolvemos ir embora, sem forças para ver o restante dos shows.

Terça, dia 15 de novembro, acordamos cansados do shows do SWU. O dia amanhaceu chovendo forte, aguaceiro que nublou a visão do horizonte e durou toda a parte da manhã. E agora? Feriado, sem ter muito o que fazer, fomos conhecer o shopping de Paulínia.

Após o almoço, lá pelas duas da tarde, a chuva finalmente resolveu dar um tempo. Aquilo me animou! Liguei para o Instituto Plantarum para confirmar se o Jardim Botânico estava aberto. Estava! Pegamos um taxi e fomos até Nova Odessa – sem nem pensar em como seria a volta.

Chegamos no Instituo Plantarum. O coração disparou quando o portão se abriu e lá fomos nós.

A primeira impressão que tive foi maravilhosa. Estava finalmente podendo conhecer a realização de um dos sonhos de Harri Lorenzi.

Para quem não conhece, o Jardim Botânico Plantarum fica situado na área urbana de Nova Odessa (Região Metropolitana de Campinas, a cerca de 120 km da Cidade de São Paulo – SP). É certamente um centro de referência em pesquisa e conservação da flora brasileira, idealizado a partir de 1990, por iniciativa do engenheiro agrônomo e botânico brasileiro Harri Lorenzi.

Em 1998, o Instituto Plantarum de Estudos da Flora adquiriu como sede, uma área de 10 hectares, anteriormente ocupada por uma fábrica de lançadeiras (peças feitas em madeira para uso na indústria têxtil). O terreno passou então a receber tratamento paisagístico e ambiental, sendo estruturado para o desenvolvimento das pesquisas científicas e para o cultivo sistemático das coleções botânicas em formação.

Atualmente o acervo botânico vivo é constituído por mais de 3500 espécies vegetais, predominantemente de plantas nativas do Brasil. [1]

Harri Lorenzio e Anderson Porto

Após um bate-papo agradável, de quase uma hora, fomos conhecer o casarão principal, a convite de nosso anfitrião. Da janela de seu escritório, apresentou-nos a vista do que iríamos conhecer.

Vista da janela do escritório

Bem… Fiquei sem palavras para descrever o que estava acontecendo. A realização de conhecer o prof. Lorenzi e, de quebra, passear por seu jardim. Todas as plantas devidamente identificadas… A maior e mais completa coleção de palmeiras do Brasil… Tudo ali, ao meu alcance. É claro que comecei a fotografar e o resultado dessa esperiência vocês conferem clicando na imagem abaixo:

Acesso ao Jardim Botânico Plantarum

Infelizmente não tinha me preparado para a improvisada visita. Minha câmera ficou no hotel e as baterias da máquina digital da minha companheira, para meu desespero, acabaram. Por sorte, consegui ainda fazer algumas fotos com a câmera do celular.

Com a promessa de voltar outras vezes, me despedi e iniciamos a jornada de volta para Niterói.

Desejo sucesso, Harri Lorenzi! Sucesso, Jardim Botânico Plantarum!

Anderson Porto
http://www.tudosobreplantas.com.br

___
Referências:

[1] Jardim Botânico Plantarum

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Artigos, Biodiversidade, Curiosidades, Fotos, Mudas, Passeios e Encontros

2 Respostas para “Visita ao Jardim Botânico Plantarum

  1. Emília Kessler

    Tomei conhecimento através do programa ECOlogia TV Cultura Canal 2, em 29/01/12
    Magnífico, fiquei encantada . PARABÉNS
    Tenho algun conhecimento sobre Plantas Medicinais, tenho dado vivências às comunidades – gratuitamente.
    Costumo falar que pisamos na Farmácia Viva e nem percebemos.
    Elas são mágicas.
    Na minha pequenez, durante muitos anos viajei com meu pensamento: em conseguir algum lugar onde poderia fazer um trabalho de reflorestamento, com a finalidade de receber alunos.
    Mas foi só um sonho.
    Vou me programar e ir conhecer este Paraiso :
    Jardim Botânico Plantarum

    Resido em Mogi das Cruzes, S P – tenho 74 anos, mas me sinto como se tivesse 30. Saudável: de bem com Deus,comigo, com a vida.
    Amo muito o reino vegetal. Até 10 anos residí na área rural -RGS

    AMOR PAZ e LUZ a todos

    Muita GRATIDÃO

    Emília

    Curtir

  2. Prezado Anderson,
    Agradecemos imensamente a visita, o carinho e as palavras escritas aqui neste blog. Nos alegramos em saber que todo esforço e dedicação durante estes anos valeram a pena e estão dando frutos.
    Obrigada e aguardamos outra visita em breve.
    Att,
    Vanessa Brochini
    Depto. de Relações Públicas
    Jardim Botânico Plantarum

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s