Revista Agriculturas

Revista Agriculturas

A Revista Agriculturas tem como objetivo dar visibilidade a iniciativas de promoção da agroecologia desenvolvidas por famílias e organizações camponesas no Brasil e em outros países, sobretudo da América Latina.

Os artigos em geral são elaborados por pessoas diretamente envolvidas na construção dessas práticas. Ao divulgarem suas experiências na revista, elas estão interessadas em partilhar seus ensinamentos e dúvidas com outros grupos engajados na promoção da agricultura familiar ecológica.

Por meio de artigos curtos e de linguagem simples, as experiências apresentadas têm sido importante fonte de inspiração para que outras iniciativas floresçam e se multipliquem.

Além disso, por abordar os princípios técnicos e metodológicos do enfoque agroecológico, a revista também tem sido empregada com sucesso como material de suporte pedagógico em programas de formação em agroecologia.

V8, N3 – Relocalizando os sistemas agroalimentares

As experiências relatadas nesta edição revelam uma terceira trajetória assumida pela agricultura familiar que pode ser interpretada como respostas ativamente construídas por organizações locais contra a globalização da agricultura.

Ao construírem ou revitalizarem circuitos curtos de comercialização, os protagonistas dessas experiências eliminam parte importante da cadeia de intermediação, beneficiando simultaneamente produtores e consumidores.

Dessa forma, as rendas geradas nos mercados alimentares são retidas nos territórios e aí ativam efeitos multiplicadores.

Essas cadeias produtivas de base territorial exercem ainda influência no equilíbrio de poder nos mercados, já que asseguram aos atores locais seus papeis na definição de normas, procedimentos e bases tecnológicas que regulam a produção, o beneficiamento, a distribuição e o consumo de alimentos.

[ DOWNLOAD ]

Fonte: [ AS-PTA ]

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Sem categoria

2 Respostas para “Revista Agriculturas

  1. Sérgio Alberto Faria Barbosa

    Sou técnico por vocação, por isso não quis cursar o ensino superior, embora tenha começado na área de comunicação, voltei a origem de técnico para poder valorizar o setor agroecologico e tecnicas de produção de mudas, cursando programas no IPE(Instituto de Pesquisas Ecologicas), Nazaré Paulista-SP. Entre outros ao longo dos anos.

    Curtir

  2. Seja bem vindo, Sérgio!

    Você já conhece nosso grupo de estudos sobre plantas? Acesse e inscreva-se!

    [ GEP-TSP ]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s