17 de abril – Dia Nacional da Botânica

O dia é dedicado ao botânico alemão Cari Friedrich Phillipp von Martius, consagrado o “Pai das Palmeiras” no Brasil. Um dos naturalistas mais famosos do século XIX, von Martius nasceu no dia 17 de abril de 1794 e chegou ao Brasil no dia 15 de julho de 1817, como parte de uma comitiva de intelectuais que acompanhava dona Leopoldina, esposa de dom Pedro I. Em três anos de estudos, ele explorou 12 mil espécies da flora brasileira.

Até a data de sua morte, foram catalogadas 300 mil espécies do mundo inteiro, sendo a metade existente na bacia Amazônica. Phillipp von Martius morreu em 1868. O decreto que instituiu uma homenagem a ele também declarou a carnaúba, considerada a palmeira brasileira, como planta-símbolo do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro.

Fonte: [ Biologia em Rede ]

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Curiosidades

Uma resposta para “17 de abril – Dia Nacional da Botânica

  1. 17 de abril: Dia Nacional da BOTÂNICA no Brasil – isso devido ao botânico – alemão C.F.P. von MARTIUS – “Pai da Palmeiras no Brasil (Século XIX) – nasceu em 17 de abril de 1794. Veio ao Brasil em 15 de julho de 1817 – com os intelectuais de Dona Leopoldina, a esposa de D. PEDRO I. Em 3 anos de coletas – explorou 12 mil plantas (espécies) da Flora Brasileira. Martius, catalogou 300 mil espécies no mundo – 150 mil só no Brasil; isso na Bacia Amazônica. Morreu em 1868. Como não homenagear um ser humano desse?Isso é mais do que coragem! Isso é um homem com a paixão pelas plantas que jamais a humanidade vai conhecer outro igual , pelo menos aqui no Brasil (…). Ele não viveu uma vida normal – quem faz um tipo desse de pesquisa, sabe o que é subir e descer montanhas, enfrentar rios, mosquitos, dormir em camas de paus, redes, andar de “canoas emprurradas por índios”, literalmente furadas, retirando-se águas até de canequinhas; trilhas pelas matas e por aí florestas a dentro – e os resultados nossos não passam de “miudinhas” contribuições nas coletas botânicas durante toda a nossa teimosa vida de bióloga pesquisadora de plantas medicinais. Mas, nós nunca tivemos um APOIO de uma esposa de D. PEDRO I. Isso foi coisa de gente com visão há muitos séculos e séculos no passado. Naquela época eles já sabiam , investiam e queriam explorar as possibilidades medicinais da nossa flora brasileira – “isso era espírito do conhecimento da escola clássica européia (…)”. Depois disso, o Brasil murchou! Esqueceu o valor da BOTÂNICA BRASILEIRA! Não tenho nada para comemorar, a não ser o grande Martius; e só lamentar a falta de ajuda generalizada nessa área; em especial, a minha – AS PLANTAS MEDICINAIS (…). Socorro Brasil! Me ajuda a ajudar a fitoterapia no Brasil. Venho lutando sem trégua desde 1973. É tempo demais de uma vida inteira. Será que ainda encontraremos uma Dona LEOPOLDINA para nos ajudar? Ana Lourenço da Rosa. Plantas Medicinais. Tocantins. BRASIL.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s