Arquivo do mês: outubro 2019

Como fazer leite, manteiga e óleo de coco

Procurei, procurei, procurei em todos os supermercados e mercearias de Araruama e necas… Como não consegui achar o tal óleo de coco resolvi aprender como que faz… fazendo!

A Elaine Giolo, do grupo de estudos, me enviou alguns links de vídeos de receitas, estudei as várias maneiras apresentadas e depois fiz.

De 4 cocos consegui fazer leite de coco, manteiga de coco e óleo de coco, além de muito coco ralado.

Ao final experimentei passar o óleo num coador. O resultado é um óleo perfumado, saboroso e muito saudável!

Óleo de coco pronto!

Abraços!

Anderson Porto
Projeto Tudo Sobre Plantas no APOIA.se!

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Como fazer uma mini estufa para germinação de sementes

Vejo as pessoas com muitas dúvidas sobre como germinar sementes. Em geral a dúvida principal é se pode colocar a sementeira para pegar a luz do sol ou não.

Então… É preciso lembrar que sementes germinam quase sempre abaixo do nível do solo, portanto em ambiente parcialmente escuro. O que acontece é que algumas espécies necessitam de calor para germinar, por isso que a incidência solar ajuda, aumentando a temperatura.

Em geral as plantas necessitam de luz solar para fazer fotossíntese e esta só ocorre quando a planta começa a produzir clorofila, apresentando folhas verdes.

A seguir apresento um modelo simples de mini estufa para germinar sementes, utilizando uma embalagem plástica de bolo e copinhos de café.

Sim, precisamos reduzir o uso de plástico, porém utilizando com cuidado dá para reaproveitar por um bom tempo.

Agora é só ir acompanhando de tempos em tempos. Quando as folhas começarem a nascer o ideal é mudar a estufa para um local com iluminação indireta, temperatura mais amena, e retirar a cobertura.

Quando as mudas estiverem com 4 a 6 folhas é só transplantá-las para os canteiros ou vasos adequados, pequenos.

Bom cultivo!

Anderson Porto
https://apoia.se/tudosobreplantas

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Receita de Doce de Abóbora com Coco

Mais uma receita que aprendi com minha mãe, só adaptei um pouco pois gosto do doce de abóbora menos doce e com mais coco.

Você vai precisar de:

  • Uma abóbora média, bem “madura”, descascada e cortada em pedaços pequenos;
  • 08 colheres grandes (de arroz) de coco ralado;

    (eu gosto muito de coco e usei o triturado no liquidificador e seco no pano; sobrou muito da extração do leite de coco {link} ).
  • 03 colheres grandes (de arroz) de açúcar cristal;
  • 1 pedaço de canela em pau;
  • 06 de cravos.

Para fazer é bem simples. Coloque os pedaços de abóbora para cozinhar em 2 copos dágua, por uns 20 a 30 minutos, panela tampada.

Depois que estiver cozida (verifique a textura com um garfo) escorra bem a água, depois volte com a panela ao fogo, acrescente o açúcar, o coco ralado, a canela em pau e os cravos. Misture bem e deixe cozinhar em fogo baixo, mexendo com uma colher para soltar do fundo. Irá reduzir de tamanho quase pela metade.

Depois que secar bem começa a agarrar no fundo da panela. Pode apagar o fogo. Está pronto! Agora é só deixar esfriar e passar para uma vasilha, para conservar em geladeira.

Aqui as fotos:

Ficou assim:

Abraço!

Anderson Porto
https://apoia.se/tudosobreplantas

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Receita de Doce de Banana Caramelada

Eis como aprendi com minha mãe a fazer o Doce de Banana Caramelada.

RECEITA: Coloque 3 colheres grandes (de arroz) de açúcar numa panela grande, fogo baixo, e vá espalhando o açúcar com uma colher de pau… Enquanto isso descasque umas 12 bananas dágua bem maduras, corte em pedaços do tamanho de um dedo e reserve. Quando o açúcar começar a “queimar” a ponto de estar quase todo derretido (cor de caramelo), coloque um copo dágua e mexa um pouco para misturar. Acrescente as bananas, mexa um pouco e deixe em fogo baixo sem tampar. Tempere com um pedaço de canela em pau e alguns cravos. Depois de uns 20 minutos tá pronto. É só deixar esfriar e passar para uma vasilha com tampa para botar na geladeira. Dobre a receita para mais quantidade de bananas.

Coma com moderação! 😋

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

A Horta em Caixotes do projeto Tudo Sobre Plantas funciona e há mais de 1 ano!

Em junho de 2018 comecei a construir uma horta, reaproveitando um material que estava disponível pelo quintal. Mourões, caixas plásticas, madeiras… Comecei a pensar em como fazer uma horta suspensa numa altura que tornasse tranquilo plantar e cuidar.

A ideia era construir uma horta que minha mãe pudesse acessar sem precisar abaixar ou fazer muito esforço. Facilitaria para ela e pra mim, pois venho sofrendo de uma dor na lombar há mais de 3 anos.

O resultado está aí. Horta 100% funcional, adequada para a terceira idade, fácil de construir e manter. Uma horta para a vida toda!

Algumas caixas precisam de novos plantios, então irei plantar salsa, sálvia e manjericão. A irrigação é feita de forma automática.

VANTAGENS do modelo adotado:

  • Hortas cultivadas em altura ideal, de fácil implementação, manuseio e manutenção;
  • Pode ser construída na terra ou em áreas cimentadas;
  • Substratos podem ser preparados de acordo com as espécies cultivadas;
  • Com altura regulável, pode ser adaptada para cadeirantes e crianças;
  • Instalação rápida e fácil substituição dos canteiros;
  • Evita esforços físicos.

A ideia agora é fazer mais e mais hortas assim em todos os espaços públicos possíveis. Levar o plantio mais para perto das pessoas.

Ofereço oficinais de construção de hortas e compostagem nos finais de semana para os hóspedes aqui no projeto. Para reservar, acesse:

Vivência em Cultivos de Plantas

E com sua ajuda, podemos fazer mais. Para apoiar o projeto, acesse:

https://apoia.se/tudosobreplantas

Bom cultivo!

Anderson Porto
https://www.tudosobreplantas.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Sobre a Floresta Amazônica e o papel do Brasil nas Mudanças Climáticas

Nós vivemos num mundo capitalista, correto? A floresta Amazônica é importante para o equilíbrio do clima do mundo? Ótimo! Então criem um fundo de manutenção da floresta que permita o desenvolvimento sustentável da região e suspendam a DIVIDA PÚBLICA BRASILEIRA pelo tempo em que o Brasil cumprir as exigências do fundo. Num mundo capitalista a floresta em pé tem valor, resta saber quem está disposto a pagar.

Anderson Porto
www.TudoSobrePlantas.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Banco de Sementes, Biodiversidade, Biopirataria, Ecologia, Etnobotânica, Meio Ambiente