Arquivo da tag: bioma

“O Cerrado está extinto e isso leva ao fim dos rios e dos reservatórios de água”

Entrevista com Altair Sales Barbosa

Uma das maiores autoridades sobre o tema, professor da PUC Goiás diz que destruição
do bioma é irreversível e que isso compromete o abastecimento potável em todo o País

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

por Elder Dias

Uma ilha ambiental em meio à metrópole está no Campus 2 da Pon­tifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). É lá o local onde Altair Sales Barbosa idealizou e realizou uma obra que se tornou ponto turístico da capital: o Memorial do Cerrado, eleito em 2008 o local mais bonito de Goiânia e um dos projetos do Instituto do Trópico Subúmido (ITS), dirigido pelo professor.

Foi lá que Altair, um dos mais profundos conhecedores do bioma Cerrado, recebeu a equipe do Jornal Opção. Como professor e pesquisador, tem graduação em Antropologia pela Universidade Católica do Chile e doutorado em Arqueologia Pré-Histórica pelo Museu Nacional de História Natural, em Washington (EUA). Mais do que isso, tem vivência do conhecimento que conduz.

É justamente pela força da ciência que ele dá a notícia que não queria: na prática o Cerrado já está extinto como bioma. E, como reza o dito popular, notícia ruim não vem sozinha, antes de recuperar o fôlego para absorver o impacto de habitar um ecossistema que já não existe, outra afirmação produz perplexidade: a devastação do Cer­rado vai produzir também o desaparecimento dos reservatórios de água, localizados no Cerrado, o que já vem ocorrendo — a crise de a­bastecimento em São Paulo foi só o início do problema. Os sinais dos tempos indicam já o começo do período sombrio: “Enquanto se es­tá na fartura, você é capaz de re­partir um copo d’água com o ir­mão; mas, no dia da penúria, ninguém repartirá”, sentencia o professor.
Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

XVI Congresso Brasileiro de Arborização Urbana

O XVI Congresso Brasileiro de Arborização Urbana (CBAU) acontece de 1º a 7 de setembro, no Center Convention, em Uberlândia. As inscrições podem ser feitas pelo site cbau2012.com.br/.

Durante o congresso será realizado um mix de ações que visam proporcionar a discussão de melhores práticas de manejo de árvores urbanas. São elas: V Campeonato Brasileiro de Escalada de Árvores, sessões técnicas, mesas redondas e minicursos.

Um dos objetivos do congresso é avaliar a melhor maneira de arborizar um determinado espaço urbano seguindo as boas práticas, normas e especificações técnicas que orientem o planejamento, a implantação e a manutenção das árvores.

Inscrições para trabalhos científicos do XVI CBAU podem ser feitas até 31 de julho

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Congresso

Levantamento lista plantas e animais invasores no País

por Herton Escobar

Novo banco de dados, do Instituto Hórus de Desenvolvimento e Conservação Ambiental, cita 1,2 mil ocorrências

Jaca. Goiaba. Dendê. Plantas que muitos consideram típicas do Brasil. Mas que não só não são originais do País, como são consideradas espécies invasoras em algumas regiões, onde competem por espaço, luz e nutrientes com as espécies nativas, vencem e acabam se tornando uma ameaça.

Elas fazem parte da lista de 348 plantas e animais incluídos no [ novo banco de dados ] sobre espécies invasoras do Brasil, organizado pelo [ Instituto Hórus de Desenvolvimento e Conservação Ambiental ].

Jaqueiras no sul da Bahia. Espécie é uma das consideradas invasoras

Instituto Hórus/Divulgação

As espécies exóticas são aquelas que vivem fora do seu hábitat ou região de origem. Quando elas se multiplicam e se tornam um problema para o ecossistema, para as espécies nativas ou para os seres humanos, elas passam a ser consideradas “invasoras”. É como se fossem pragas, como no caso do mosquito da dengue e do barbeiro – insetos transmissores de doenças.

A nova base de dados do Hórus lista 1,2 mil ocorrências de espécies invasoras no Brasil. O número é quatro vezes maior do que o de espécies (348), porque cada espécie pode ser considerada invasora ou não em diferentes pontos de ocorrência, dependendo das circunstâncias locais. É o caso da jaqueira (originária da Ásia), da goiabeira (da América Central) e do dendezeiro (da África), que podem ser árvores frutíferas inofensivas em determinados ambientes ou espécies invasoras, em outros.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Ecologia, Meio Ambiente, Paisagismo