Arquivo da tag: colheita

As Plantas e a Lua

A influência do Ciclo Lunar no Fluxo da Seiva e na Agricultura

fc24ffae9884b320743045c8174ac7c5

Observar a LUA ajuda a marcar, através de seus ciclos, etapas de plantio, cultivo e colheita.

Lua NOVA :: Semeadura / plantio de tudo o que cresce acima da terra. Corte de bambu para a construção. Colheita e plantio de raízes, tubérculos, rizomas e bulbos. PODAS gerais para a produção de matéria seca.

Lua CRESCENTE :: A seiva sobe para as folhas, concentrando nos talos e ramos. Plantio de tudo o que cresce acima da terra (ex: tomate, laranja, alface, milho, soja etc). Colheita de folhas (medicinais) e, pouco antes da lua cheia, colheita de cereais. PODAS com maior produção de biomassa para adubo verde. Final da crescente: corte de madeira para lenha.

Lua CHEIA :: Seiva nas folhas – maior luminosidade lunar. Colheita de flores, frutos e folhas. Plantio de flores, frutos e folhas. Deve-se evitar mexer muito nas plantas, limitando-se a retirar folhas secas e galhos. PODAS com maior produção de biomassa para adubo verde. Perto da lua cheia, as plantas estão com seus aromas potencializados, atraindo animais.

Lua MINGUANTE :: A seiva desce para as raízes. Ideal para plantio / semeadura de tudo o que cresce abaixo da terra (ex: alho, cenoura, cebola, mandioca, batata, rabanete etc). Podas / corte de árvores e bambus. Pouco antes da lua nova, ideal para colheita de sementes. Dê preferência para intercalar adubações de 15 em 15 dias, sendo uma durante o último quarto minguante.

Anderson Porto

Fonte: www.TudoSobrePlantas.com.br/default.asp#lua

[edit]

Segundo a publicação sugerida pelo Mateus Rübenich, “Influência lunar sobre plantas hortícolas” de Salim Simão, da ESALQ/ Piracicaba (sem data) :

“Não foram encontradas influências das fases da lua, na produção de várias hortaliças, mesmo nas tidas como sensíveis a elas. ”

Link: http://www.scielo.br/pdf/aesalq/v14-15/08.pdf

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos, Curiosidades, Estudos, Notícias, Técnicas

Curso de HORTAS em Pequenos Espaços – Online

curso_horta_peq_esp_4_junho

Introdução ao cultivo de hortas orgânicas em pequenos espaços. Cultive seu próprio alimento usando espaços cimentados, paredes, varanda do apartamento ou mesmo pequenos pedaços de terra no quintal.

O curso terá início dia 4 de JUNHO de 2014, acontecendo todas as QUARTAS-FEIRAS do mês. Previsão inicial de 3 aulas de até 2 horas cada, de 20h às 22h, podendo haver uma aula extra, caso necessário.

Curso COM DESCONTO para participantes de nosso grupo de estudos.

Valor e inscrições até 03/06, via portal Tudo Sobre Plantas:
https://ssl5786.websiteseguro.com/tudosobreplantas/asp/sos/cad_sosverde.asp?PROMO=FB02

Você assiste as aulas no conforto de sua casa, via ambiente de EAD (Educação à Distância).

Serão apresentadas informações sobre compostagem, substratos, plantio e germinação de sementes, transplante, tratos culturais, adubação, irrigação e colheita. Foi criado um grupo específico para o curso, para que os alunos possam trocar experiências e receber orientações.

Pagamento via boleto bancário ou depósito em conta.

TODOS aqueles que contribuíram com doações para o projeto estão automaticamente convidados para o curso e não pagam NADA! Basta entrar em contato por email, informando a vontade de participar.

+ infos: tudosobreplantas@gmail.com

6 Comentários

Arquivado em Alimentos, Cultivo, Cursos, Técnicas

Horta: 500 perguntas, 500 respostas

CLIQUE NA IMAGEM PARA BAIXAR!

CLIQUE NA IMAGEM PARA BAIXAR!

O livro Horta, da série 500 perguntas 500 respostas apresenta informações básicas e úteis sobre o cultivo de hortaliças, organizadas em forma de perguntas e respostas para seu público. O objetivo é atender o interesse crescente nesse tipo de cultivo. O material é essencial para estudantes, professores, produtores rurais ou qualquer pessoa do meio urbano que deseja saber mais sobre sua horta caseira.

Nesta obra, são explicadas, em detalhe, questões como: o que são as hortaliças, como planejar uma horta, os tipos de horta, o preparo dos canteiros, os insumos e materiais necessários, a escolha das hortaliças, a semeadura, o preparo das mudas, os tratos culturais necessários, a adubação, a irrigação, o manejo de pragas, de doenças e de plantas invasoras, a colheita e a pós-colheita, o processamento em pequena escala e as características nutricionais das hortaliças.

Com este livro, a Embrapa espera popularizar ainda mais a produção de hortaliças no Brasil em Hortas domésticas, comunitárias e escolares, recuperando uma tradição antiga e o prazer das pessoas de produzir seus próprios alimentos.

Aqui você pode ler o livro e saber mais sobre esse tema. Boa leitura e mãos à terra.

2 Comentários

Arquivado em Alimentos, Cultivo

Avatar estava certo: as plantas podem se comunicar através do solo

O que era uma ficção pode ser real, segundo estudo conduzido pelo doutor David Johnson da Universidade de Aberdeen, na Escócia. Ele descobriu que as plantas realmente se comunicam umas com as outras através do solo.

A chave para essa comunicação está em um fungo de solo, que atua como um mensageiro Foto: sxc.hu

A chave para essa comunicação está em um fungo de solo, que atua como um mensageiro
Foto: sxc.hu

Quem conferiu o longa-metragem Avatar (2009, James Cameron) deve recordar da floresta conectada apresentada pelo filme. Mas o que era uma ficção, pode ser real, segundo o estudo conduzido pelo doutor David Johnson da Universidade de Aberdeen, na Escócia. Ele descobriu que as plantas realmente se comunicam umas com as outras através do solo.

Outras pesquisas já demonstravam que essa comunicação pode ser feita por meio de vibrações “nanomecânicas” e por liberação de gases invisíveis

O estudo aponta, por exemplo, que quando os vegetais são infectados com certas doenças eles alertam outras plantas próximas para ativar genes que afastam o problema, e a chave para essa comunicação está em um fungo de solo, que atua como um mensageiro.

As pesquisas foram iniciadas após descoberta de pesquisadores chineses em 2010, segundo a revista The Economist. Eles identificaram uma planta de tomate infectada por uma praga que foi capaz de alertar as plantas próximas da fruta, que então, preparam a defesa. Eles só não sabiam como elas conseguiram se comunicar.

A resposta estava nos fungos, descobriram os escoceses, devido à relação simbiótica existentes entre o Reino Fungi e algumas plantas. Esta relação natural permite que as plantas forneçam alimentos aos fungos e eles retribuam com minerais.

Uma das aplicações desse estudo seria na agronomia. Com a teoria é possível que entendam como alguns vegetais poderiam incentivar outros a crescerem e ampliar os resultados da colheita.

[ Clique aqui e acompanhe detalhes do experimento ]

Fonte: [ IBahia ]

1 comentário

Arquivado em Estudos