Arquivo da tag: Despoluidoras

Planta que absorve metais pesados pode ser usada para tratamento de igarapés

por Elaíze Farias

A planta aquática orelha-de-elefante-gigante, comum em matas ciliares, consegue absorver metais como chumbo e cobre

Planta orelha-de-elefante-gigante tem capacidade de absorver metais pesados
(Divulgação/Josias Coriolano de Freitas)

Um grupo de pesquisa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) está desenvolvendo um sistema baseado na planta aquática orelha-de-elefante-gigante (Alocasia macrorhiza) para o tratamento das águas do igarapé contaminado de Manaus.

O engenheiro químico Josias Coriolano de Freitas, cuja tese de doutorado identificou a capacidade da planta em absorver metais pesados, diz que a orelha-de-elegante-gigante ajuda na recuperação de áreas degradadas e no tratamento de efluentes líquidos, entre outras ações.

“A planta pode ser utilizada naturalmente. Não é preciso usar nenhum produto químico. No momento o grupo está procurando aperfeiçoar o sistema de tratamento natural”, disse Freitas, em entrevista ao portal a critica.com.

Continuar lendo

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Biossegurança, Controle biológico, Meio Ambiente

Casca de banana transformada em pó pode despoluir água

Esnobada por indústrias, restaurantes e até donas de casa, a casca de banana pode em breve dar a volta por cima.

Descobriu-se que, a partir de um pó feito com ela, é possível descontaminar a água com metais pesados de um jeito eficaz e barato.

O projeto é de Milena Boniolo, doutoranda em química pela Ufscar (Universidade Federal de São Carlos, no interior paulista), que teve a ideia ao assistir a uma reportagem sobre o desperdício de banana no Brasil.

“Só na Grande São Paulo, quase quatro toneladas de cascas de banana são desperdiçadas por semana. E isso é apenas nos restaurantes”, diz a pesquisadora.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Frutas, Meio Ambiente, Técnicas

Plantas aquáticas são fontes promissoras de biocombustíveis

por Redação do Correio do Brasil, com Agência Fapesp – de São Paulo

Elas têm estruturas mais simples e se reproduzem em velocidades muito maiores do que as dos outros vegetais. Essas características colocam as microalgas e as pequenas plantas aquáticas da família das Lemnaceaes na fronteira das pesquisas sobre novas fontes de biocombustíveis.

Especialistas nessas duas matérias-primas apresentaram resultados de seus estudos no 2º Congresso Pan-Americano sobre Plantas e Bioenergia, que termina nesta quarta-feira, em São Pedro (SP).

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Biocombustíveis, Meio Ambiente

Por que assinar o projeto Tudo Sobre Plantas ?

Para se cadastrar, <<< [  CLIQUE AQUI ] >>>

Ao longo de 08 (oito) anos de projeto, testamos várias fórmulas para tentar criar um projeto que se mantivesse “sozinho“, sem ajuda financeira de empresas patrocinadoras.

Vejamos as tentativas:

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Árvores, Bambu, Biocombustíveis, Biodiversidade, Biopirataria, Biotecnologia, Bonsai, Cannabis, Controle biológico, Cultivo, Curiosidades, Doenças, Emagrecimento, Exposição, Fitoterápicos, Flores, Fotos, Frutas, Herbicidas, Homeopatia, Listagens, Meio Ambiente, Mudas, Orgânicos, Plantas Medicinais, Pragas, Reciclagem, Sementes, Técnicas, Transgênicos, Vídeos, Votação

Mobilização popular pela defesa do Código Florestal

As nossas florestas estão em perigo! Deputados ruralistas querem destruir o Código Florestal Brasileiro, liberando o desmatamento de áreas protegidas por lei, especialmente na Amazônia.

Nesta terça-feira dia 1 de junho nossas florestas irão sofrer um ataque perigoso – deputados da “bancada ruralista” estão tentando destruir o nosso Código Florestal, buscando reduzir dramaticamente as áreas protegidas, incentivando o desmatamento e crimes ambientais.

Desde a criação do mais moderno e perfeito codigo florestal conhecido mundialmente, a Lei 4771/1965 – as secretarias da Agricultura de todos os estados Brasileiros, não o respeitaram permitindo a implantação de canaviais, pastagens, lavouras de soja, milho, plantio de Pinus e eucaliptos até as margens de rios, destruindo corredores de fauna, matando e assoreando os rios, não respeitaram os percentuais da reserva Legal de 20% para todos os imóveis rurais, não averbaram essas reservas nos respectivos registros de imoveis, não respeitaram as areas de preservação permanente que são os topos de morros, encostas ingremes, corregos, fontes, tudo sendo destruido com a complascencia das agencias bancarias oficiais – BANCO DO BRASIL e BNDEs, BRDE, entre outros que nunca respeitaram a Lei.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Árvores, Biopirataria, Controle biológico, Cultivo, Fitoterápicos, Flores, Meio Ambiente, Mudas, Pragas, Sementes, Votação

Floresta velha, pulmão uma pinóia!

Por: Eng. Thomas Renatus Fendel – www.fendel.com.br

Quanta abobrinha se divulga se ensina e se engole, hoje e sempre, amém.

As velhas, centenárias, cansadas e aposentadas árvores, são pintadas de noviças intactas, cheias de predicados e virtudes saborosas.

Atribuem-lhes qualidades que não mais possuem, embora as tenham outras em abundância.

Invertem até seu ciclo biológico, no planeta inteiro.

Um pulmão, por definição, faz exatamente o contrário do que faz qualquer vegetal novo. Continuar lendo

6 Comentários

Arquivado em Alimentos, Árvores, Biocombustíveis, Meio Ambiente, Reciclagem, Técnicas

Bioenergias racionais

Por: Eng. Thomas R. Fendel

Um carro pequeno e moderno a óleo vegetal, do porte de um Uno – Fiat, faz brincando 30 km com apenas um litro de óleo de fritura descartado, e sua emissão de micro-partículas do motor, pode ser menor do que a proveniente do desgaste dos pneus…

Mas, essa crua realidade, desmascara e aniquila a burrice e a ladroagem dos monopólios.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Biocombustíveis, Meio Ambiente

CO2 – É o santo, pintado de diabo!

 por: Eng. Thomas Renatus Fendel – www.fendel.com.br
 
ciclo-biogeoquimico 

Plantas não comem terra, comem CO2.

Adubos, terra e nutrientes são meros temperos na dieta de qualquer vegetal.

Como consequência, todos os seres vivos, inclusive o homus babacus, é constituído principalmente pelo carbono vindo do CO2.

O mal falado gás carbônico deveria ser canonizado.

Trata-se do mais importante tema da atualidade, não devido ao falso aquecimento global, mas pelo abobalhamento, pelo embuste, pela sacanagem, pelas negociatas em gestação, pela chance de desmascarar a podridão dos políticos, cientistas, transnacionais, mídias e demais vagabundos.

A quantidade total de CO2 na atmosfera é inferior a 0,04%, irrisória, em termos de influência no tal efeito estufa.

Continuar lendo

14 Comentários

Arquivado em Alimentos, Árvores, Biocombustíveis, Meio Ambiente

Planta combate poluição de escritório

[img:hoya_carnosa_20091105122309.jpg,resized,centralizado]

SÃO PAULO – Se o ar que respiramos na rua não é tão puro quanto deveria, o problema pode ficar ainda maior em ambientes fechados.

Dentro de casa, ou escritório, a qualidade do ar é bastante preocupante. Em algumas áreas, os ambientes fechados possuem até doze vezes mais poluentes que o ar externo.

Tintas, vernizes, adesivos, móveis, roupas, solventes, materiais de construção e até mesmo água encanada contém os chamados compostos orgânicos voláteis – uma lista que inclui benzeno, xileno, tricloroetileno entre outros.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Faxina vegetal

10/10/2008

Por Thiago Romero

[img:foto_dentro9557_0.jpg,full,alinhar_esq_caixa]Agência FAPESP – Em doutorado defendido no Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Divina Aparecida Vilhalva descreveu uma planta do Cerrado brasileiro que, além de ter alto potencial para limpar solos contaminados com metais pesados, é capaz de absorver o cádmio em grandes quantidades. O cádmio produz efeitos tóxicos aos organismos vivos mesmo em concentrações relativamente baixas.

A planta é a Galianthe grandifolia, uma herbácea da família do café. Segundo a autora, ainda não havia sido identificada nenhuma planta nativa no Brasil com poder de absorção de cádmio igual ao encontrado nessa espécie. “Existem poucas plantas hiperacumuladoras desse elemento químico no mundo e, aparentemente, essa é a primeira nativa descrita com tal característica no país”, disse a bióloga à Agência FAPESP.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Meio Ambiente