Arquivo da tag: Fiocruz

Fármaco Sofosbuvir é capaz de eliminar os vírus da chikungunya e da febre amarela

Estudo realizado no Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP) mostrou que o fármaco sofosbuvir, utilizado no tratamento da HEPATITE C crônica, é capaz de eliminar também os vírus da CHIKUNGUNYA e da FEBRE AMARELA.

Captura de tela de 2018-11-08 13-01-18

“Células humanas infectadas pelo vírus da chikungunya foram tratadas com sofosbuvir e o fármaco eliminou o vírus sem danificar as células. A droga se mostrou 11 vezes mais efetiva contra o vírus do que contra as células”, disse uma das autoras do estudo, Rafaela Milan Bonotto.

O estudo relativo à chikungunya foi realizado no âmbito do doutorado de Bonotto com Bolsa da FAPESP, com orientação do professor Lucio Freitas-Junior.[1]

O artigo “Evaluation of broad-spectrum antiviral compounds against chikungunya infection using a phenotypic screening strategy” está disponível em [4].

__

Sobre o Sofosbuvir — “Sofosbuvir (nomes comerciais: Sovaldi e Virunon) é um fármaco utilizado em casos de hepatite C crônica. Foi eleito pela Revista Forbes como medicamento mais importante aprovado no ano de 2013.

O Sofosbuvir (substância ativa) é um agente antiviral de ação direta contra o vírus da Hepatite C. O Sofosbuvir (substância ativa) é um inibidor da polimerase NS5B do vírus da hepatite C, uma enzima essencial para a replicação do vírus. O Sofosbuvir (substância ativa) pode ser incorporado ao RNA do vírus da Hepatite C e agir inibindo a replicação do vírus.”[2]

__

“O Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz) acaba de obter o registro do sofosbuvir 400 mg, principal medicamento para hepatite C, capaz de curar o paciente sem a necessidade de transplante de fígado. Com o deferimento, publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (2/7), a unidade poderá iniciar imediatamente a distribuição do produto no Sistema Único de Saúde (SUS).

Isso será possível graças a uma Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP) envolvendo, além de Farmanguinhos, os laboratórios nacionais Blanver Farmoquímica e Farmacêutica S.A. e Microbiológica Química e Farmacêutica LTDA. O acordo tem duração de cinco anos e permitirá uma economia de cerca de 60% aos cofres públicos ao longo desse período.

Transferência reversa – A internalização da tecnologia do sofosbuvir se dará por meio de transferência reversa: começa pela etapa final (análise de controle de qualidade e embalagem) e, aos poucos, Farmanguinhos vai absorvendo os demais processos. Desta forma, nos três primeiros anos, o medicamento será totalmente fabricado no laboratório parceiro. A partir do 4º, o Instituto passa a produzir metade da demanda. Ao final da transferência, toda a produção será executada no Complexo Tecnológico de Medicamentos (CTM) de Farmanguinhos.

A previsão é de que em 2023 o Instituto esteja capacitado para atender a toda a demanda nacional. Atualmente, estima-se que cerca de 1,4 a 1,7 milhão de pessoas vivam com o vírus da hepatite C no Brasil. Muitas delas desconhecem o diagnóstico, a forma como foram infectadas e, ainda, que existe tratamento para a doença.”[3]

[1] http://agencia.fapesp.br/farmaco-capaz-de-eliminar-os-virus-da-chikungunya-e-da-febre-amarela-e-identificado/29148/

[2] https://pt.wikipedia.org/wiki/Sofosbuvir

[3] http://www.far.fiocruz.br/2018/07/farmanguinhos-obtem-registro-do-antiviral-sofosbuvir/

[4] https://f1000research.com/articles/7-1730/v1

[ACP]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos, Doenças, Notícias

O Veneno Está na Mesa 2

Direção: Silvio Tendler

Após impactar o Brasil mostrando as perversas consequências do uso de agrotóxicos em O Veneno está na Mesa, o diretor Sílvio Tendler apresenta no segundo filme uma nova perspectiva. O Veneno Está Na Mesa 2 atualiza e avança na abordagem do modelo agrícola nacional atual e de suas consequências para a saúde pública. O filme apresenta experiências agroecológicas empreendidas em todo o Brasil, mostrando a existência de alternativas viáveis de produção de alimentos saudáveis, que respeitam a natureza, os trabalhadores rurais e os consumidores.

Com este documentário, vem a certeza de que o país precisar tomar um posicionamento diante do dilema que se apresenta: Em qual mundo queremos viver? O mundo envenenado do agronegócio ou da liberdade e da diversidade agroecológica?

Realização: Caliban Cinema e Conteúdo

Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida
Fiocruz
Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Bem Te Vi
Cineclube Crisantempo

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Biodiversidade, Controle biológico, Cultivo, Ecologia, Entrevistas, Estudos, Etnobotânica, Herbicidas, Meio Ambiente, Mudas, Orgânicos, Projetos, Sementes, Técnicas, Vídeos

Bromélias não constituem focos preferenciais do mosquito do dengue

por Renata Fontoura

A queima de encostas com bromélias para fins de prevenção não é eficaz (Foto: Marcio Mocelin)

Um estudo desenvolvido pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC) da Fiocruz aponta que, em locais de interface entre o ambiente urbano e silvestre – como parques e encostas de morros –, as bromélias não têm um papel importante na proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor do vírus do dengue.

Durante um ano, 156 bromélias situadas no Jardim Botânico do Rio de Janeiro foram monitoradas, recobrindo dez espécies. O resultado do estudo aponta para o baixo índice de presença das formas imaturas do A. aegypti, gerando indícios que redirecionam o trabalho de prevenção.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Doenças

Visita a Fiocruz – organização e lista de participantes

Oi pessoal!

Agendar uma visita a [ Fiocruz ], durante a semana, depende dos horários de cada um. Temos que ver o melhor dia para irmos.

Para ajudar na organização da visita e tentar evitar o excesso daquelas mensagens “eu também”, criei um texto no Blog TSP e vou editando as últimas notícias, de acordo com o que ficar acertado pelo grupo, criando páginas para poder mostrar fotos da visita, a gente deixar comentários – essas coisas.

Montei uma enquete sobre os melhores dias da semana. Quem quiser ir pode marcar um dia de preferência e vermos qual o melhor dia da semana; depois acompanhar as notícias.

Sobre a lista de participantes é só preencher nome e email na seguinte lista:

[ Clique aqui para INCLUIR nome na lista de participantes ]

É necessário ter ID Yahoo! para acessar a lista de participantes, ou participar do grupo TudoSobrePlantas no Yahoogrupos.

Pelos comentários e debate no [ GEPTSP ] vamos fechando data, horário e lista de participantes, ok?

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Passeios e Encontros, Plantas Medicinais

Esclarecimento do Conselho Nacional de Saúde sobre Fitoterápicos, Fitoterapia e Plantas Medicinais

Esclarecimento do Conselho Nacional de Saúde à População Brasileira frente às recentes e negativas reportagens veiculadas na mídia sobre plantas medicinais e fitoterapia

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) no uso de suas atribuições e preocupado com as reportagens veiculadas na mídia, sobre plantas medicinais e fitoterapia, de forma equivocada e parcial, gerando impacto negativo, causando insegurança na população e descrédito dos órgãos governamentais reguladores da matéria vem a público prestar os devidos esclarecimentos.

O CNS é a instância máxima de deliberação e controle social de caráter permanente do Sistema Único de Saúde (SUS), cujas competências regimentais e atribuições são conferidas por meio da Constituição Federal, a qual determina a saúde como direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas. Neste Conselho, a gestão do Sistema Único de Saúde se dá pela participação dos atores sociais nas Conferências de Saúde. O CNS, fundamentado pelas leis 8.080/90 e 8.142/90, atua na formulação de estratégias e no controle da execução das políticas de saúde, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros.

Continuar lendo

8 Comentários

Arquivado em Artigos, Caso Drauzio Varella, Fitoterápicos, Medicamentos, Plantas Medicinais

Jardim das Borboletas é nova atração da Fiocruz

Um lugar ornamentado por plantas, protegido por rede e habitado por dezenas dos mais lindos e fascinantes insetos do reino animal. Algum palpite? O cenário é o Jardim das Borboletas, a nova atração no campus Manguinhos da Fiocruz, que inaugura na terça-feira (31), às 9h30min.

Em 84m² de área, o visitante vai interagir com quatro espécies de borboletas, de diversas cores e tamanhos, em diferentes etapas de seu ciclo de vida, que começa no ovo, passa pelo estágio larval, depois pelo casulo, para só então atingir a fase adulta. Além das borboletas, o espaço abriga uma série de plantas e flores criteriosamente escolhidas por fornecerem o alimento ideal às espécies do Jardim.

O passeio é uma ótima oportunidade para os mais curiosos descobrirem a diferença entre borboleta macho e borboleta fêmea, o tempo de vida desses insetos, o que eles comem, o segredo de suas variadas cores, como fazem para escapar dos predadores e as ferramentas de que dispõem para sobreviver no mundo animal.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria