Arquivo da tag: Frutos

Cartilha “Coletar, manejar e armazenar as experiências da Rede de Sementes do Xingu”

Coletar, manejar e armazenar as experiências da Rede de Sementes do Xingu

Para baixar [ CLIQUE AQUI ]!

A recém-lançada cartilha, “Coletar, manejar e armazenar as experiências da Rede de Sementes do Xingu”, mostra o caminho que a semente percorre desde a coleta dos frutos, feita por mais de 350 integrantes da rede, até a sua precificação.

Ainda, um DVD encartado na publicação traz cinco vídeos que retratam as experiências dos coletores.

O primeiro vídeo já está disponível para você assistir agora! http://isa.to/1ss8dcW

Fonte: [ ISA ]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Biodiversidade, Meio Ambiente, Projetos, Sementes, Técnicas, Vídeos

Você sabia de onde vinha esse alimento? – parte 1

Abacaxi (Ananas comosus)
abacaxi
abacaxi-2

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Alimentos, Curiosidades, Fotos

Sobre sementes e raízes

NATUREZA_por_do_sol

Álih, o guia, e Jávier, seu jovem aprendiz, estão assentados sobre a montanha conversando enquanto sentem o vento e observam a vila e as poucas pessoas que caminham lá em baixo.

“O vento é como a vida”, diz o velho. “Ele traz sementes boas e sementes ruins”.

Jávier tira os olhos do horizonte e fita o guia. O velho respira fundo.

“Algumas coisas não escolhemos plantar. O vento traz, elas caem no terreno de nossas vidas e, caso sejam ruins, podemos impedir que elas criem raízes em nós. É como aquele viajante que procura pouso no início da noite: podemos impedir que ele fique, não que ele venha”. O rapaz continua observando o guia.

“As sementes são as influências que a vida nos oferece. Não podemos viver sem que sejamos marcados por elas. As boas devem ser regadas e alimentadas para que cresçam e produzam os seus frutos. Já as sementes ruins devem ser arrancadas o mais rápido possível, pois a cada dia que permanecem em nós, se torna mais difícil nos livrar delas”.

O rapaz entende o recado. Hoje impedirá que todas as más influências criem raízes em seu coração.

Fonte: [ DM ]

Deixe um comentário

Arquivado em Estudos

O Raleio na Fruticultura

por Eng° Agr° Valério Pietro Mondin¹

O raleio ou desbaste de frutas é a retirada ou eliminação do excesso de frutas produzidas pela planta, bem como daquelas defeituosas ou não desejáveis.

Objetiva deixar a produção em equilíbrio com o vigor e a capacidade da planta, mantendo melhores frutos, bem distribuídos, bem como, manter a capacidade produtiva para a safra seguinte.

Poderá ser adaptado ao tipo e intensidade de poda, ao sistema de condução, ao vigor da planta, à densidade do pomar, à fertilidade do solo, à situação fitossanitária, à disponibilidade de água, entre outros fatores.

Pode-se acreditar, às vezes, que a poda bem feita possa dispensar o raleio. Isso é praticamente impossível. Só com a poda não se consegue deixar a quantidade adequada de frutas, da melhor qualidade e na melhor distribuição.

O raleio não é obrigatório para todas as espécies e cultivares. Existem aquelas que não respondem bem a esta prática. Apresenta, no entanto, para outras, uma série de benefícios à produção e à qualidade das frutas, no transcorrer das safras, com repercussão positiva nos aspectos econômicos.

BENEFÍCIOS DO RALEIO

Evitar alternâncias de safras
Muitas variedades tendem a produzir frutas em excesso, enfraquecendo a planta e as suas reservas nutricionais para a safra seguinte. Com o raleio, consegue-se melhor equilibrar o estado nutricional da planta. Obtém-se, assim, boa produção de frutas, na safra em andamento, bom desenvolvimento vegetativo e boa formação de gemas frutíferas para a próxima safra.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Alimentos, Cultivo, Frutas, Técnicas

Fisiologia Vegetal

Fisiologia da Condução de Seiva

O sistema de condução de materiais pelos corpos dos seres vivos deve garantir a distribuição de nutrientes e retirada de substâncias tóxicas das células dos tecidos de todo organismo.

Nos vegetais a condução de seiva, isto é, soluções salinas e soluções açucaradas, é realizada através dos sistemas de vasos, que se distribuem ao longo do corpo das traqueófitas.

A distribuição de seiva bruta ou inorgânica (água e sais minerais) é realizada pelos vasos de xilema ou lenho. A distribuição de seiva elaborada ou orgânica (água e açúcares) é realizada pelos vasos de floema ou líber.

O Mecanismo da Condução de Seiva Bruta ou Inorgânica

O transporte da seiva bruta ou inorgânica é realizado em duas etapas, apresentando um transporte horizontal e um transporte vertical de ascensão de seiva.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Artigos, Ecologia