Arquivo da tag: melão

CTNBio libera experimentos a campo com mosca das frutas transgênica e preocupa importadores europeus

Tephritidae_Ceratitis_capitata,_male

A CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança) autorizou, em abril deste ano, a realização de experimentos a campo com mosca-das-frutas (Ceratitis capitata) geneticamente modificada. Os experimentos envolvem a liberação de milhões de insetos transgênicos em pomares brasileiros. A data para o início dos testes ainda não foi anunciada.

Espera-se que, quando liberados, os insetos transgênicos cruzem com insetos “selvagens” e que as larvas fêmeas geradas por esses cruzamentos sejam incapazes de atingir a fase adulta. Contudo, muitos dos insetos gerados através desse cruzamento morrerão na fase larval dentro das frutas. O objetivo da tecnologia é reduzir a população natural de moscas das frutas, que atacam pomares de diversas espécies. Mas para que se possa atingir este objetivo a proporção de insetos transgênicos no ambiente deve ser 10 vezes maior do que a população selvagem, o que demandaria a liberação de milhões de insetos transgênicos.

O Brasil é um grande exportador de frutas como melão, manga, uva, maçã, mamão-papaia e ameixa, sendo a Europa seu maior comprador. Em 2013 a Inglaterra e a Holanda foram responsáveis por quase dois terços das exportações, seguidas pela Espanha, EUA, Alemanha, Portugal, França, Uruguai, Emirados Árabes, Canadá, Bangladesh, Itália e Argentina.

No Reino Unido, a ONG GeneWatch está divulgando um alerta sobre o fato de que, com a liberação concedida pela CTNBio, as frutas importadas do Brasil poderão conter larvas transgênicas não autorizadas na Europa.

Na Europa vigora a exigência de que alimentos contendo organismos geneticamente modificados tenham sua segurança avaliada e sejam rotulados, embora nenhum procedimento específico tenha sido adotado até agora para identificar a presença de larvas transgênicas em frutas importadas. Além disso, como alerta a ONG, como o mecanismo genético que determina a morte das larvas só afeta as fêmeas, larvas transgênicas macho podem ainda ser transportadas vivas dentro das frutas.

Genetically modified maggots expected in fruit imports after go-ahead for Brazil GM fruit fly experiments – GeneWatch UK, 04/06/2014

Reunião da CTNBio

(via Boletim AS-PTA)

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Biodiversidade, Biossegurança, Transgênicos

Usos de cascas de ovos na Jardinagem

usos-de-la-cascara-de-huevo-en-jardineria-01-e1354301588183

Casca de ovo é composto por 98% de carbonato de cálcio, um nutriente mineral importante para plantas de crescimento rápido, como o tomate.

O cálcio está relacionado ao desenvolvimento de células de plantas. Tomate, pimentão e berinjela também são suscetíveis à podridão apical, que é causada pela deficiência de cálcio.

Outras plantas que beneficiam de cálcio são: maçãs, brócolis, couve de bruxelas, repolho, cenoura, couve-flor, aipo, cerejas, frutas cítricas, coníferas, algodão, melão, uva, feijão, alface, pêssegos, pêras, amendoim e batata.

Você pode adicionar cascas de ovos no fundo da cova de plantio ou moer as cascas em pó e jogá-las ao redor da planta.

Cascas de ovos picadas, espalhadas em volta das plantas também ajudam a impedir caracóis e lesmas. Esses insetos têm a parte inferior mole e não gostam de atravessar as arestas das cascas para alcançar as plantas e mudas.

Certifique-se de lavar as cascas de ovos em primeiro lugar e deixe secar, antes de trituração ou moagem.

Outras maneiras de usar cascas de ovos:

Quebre e coloque no fundo de um pote para ser usado em vez de pedras, são mais leves do que a pedra e boa fonte de nutrição para sua planta.

Como um suplemento alimentar para aves, paixão e lugar perto de um alimentador de pássaros. Aves precisam ingestão de cálcio para postura de ovos.

Coloque ovos esmagados na água durante a noite, próximo dia uso a água para regar as plantas.

Fonte: [ Facilisimo.com ]

2 Comentários

Arquivado em Cultivo, Orgânicos, Técnicas