Arquivo da tag: papo-de-peru

Estudos: planta usada para emagrecimento é altamente carcinogênica

Uma planta utilizada na medicina tradicional chinesa e que ganhou adeptos no Ocidente por supostamente promover a perda de peso foi considerada altamente carcinogênica em dois estudos publicados na revista Science Translational Medicine, na última quarta-feira. Segundo os pesquisadores, as espécies do gênero Aristolochia causam mais mutações – que podem levar ao desenvolvimento de tumores – que dois conhecidos agentes cancerígenos: o cigarro e os raios UV. As informações são da [ The Scientist ].

“Várias pessoas no público leigo assumem que se algo é natural, então é necessariamente saudável”, diz Marc Ladanyi, do Centro de Câncer Sloan-Kettering, em Nova York, que não estava envolvido nos estudos. “Mas este trabalho mostra que o produto desta planta natural é extremamente genotóxico e carcinogênico.”

O problema dessas plantas é uma substância chamada de ácido aristolóquico, que causa as mutações no DNA. Esse gênero de vegetais já foi associado a outros problemas de saúde. No início dos anos 90, mulheres que procuraram clínicas de perda de peso na Bélgica desenvolveram problemas nos rins, chegando a ter falha renal e, anos depois, crescimentos anormais nos tratos urinários superiores. Mais recentemente, estudos apontaram ligação entre a planta e câncer no trato urinário superior.

Em Taiwan, onde a Aristolochia é muito utilizada, a taxa desse tipo de câncer é a mais alta no mundo. A planta é proibida em diversos países desde 2003. Contudo, mesmo banido em locais como a própria China, o vegetal ainda é facilmente encontrado, afirmam os cientistas.

Fonte: [ Terra ]


Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Planta usada na medicina tradicional chinesa pode(*) causar câncer, diz estudo

Planta usada na medicina tradicional chinesa causa câncer, diz estudo

(leia a nota da redação ao final)(/span>

Uma planta usada na tradicional medicina chinesa é um fator de risco para o surgimento de câncer no trato urinário, afetando principalmente os rins, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira (9) pela revista da Academia Americana de Ciências, a ”PNAS”.

O gênero Aristolochia possui mais de 600 tipos de plantas — como o papo-de-peru –, usadas há milênios para fins medicinais. Pesquisas mais recentes, porém, vêm mostrando que o ácido aristolóquico presente nestas plantas faz mal aos rins, quando o uso é prolongado.

O estudo foi feito em Taiwan, país com a maior incidência deste tipo de câncer no mundo. A equipe liderada por Arthur Grollman, da Universidade de Stony Brook, nos EUA, encontrou uma clara relação entre o uso destas plantas e o surgimento do câncer.

Os cientistas analisaram 151 pacientes taiwaneses com câncer no trato urinário. Em 83% dos casos, eles encontraram ácido aristolóquico ligado ao DNA das células dos rins. Este processo pode levar a mutações genéticas, o que pode desencadear um câncer.

“Nós concluímos que a exposição ao ácido aristolóquico contribui significativamente com a incidência de câncer no trato urinário superior em Taiwan, uma descoberta com implicações significativas para a saúde pública global”, diz o artigo.

Fonte: [ Cenário MT ]

>>>

(*) É sempre ruim utilizar manchetes sensacionalistas. Falta aprofundar as informações, mostrar quem é esse tal de “ácido aristolóquico”.

Deixe um comentário

Arquivado em Fitoterápicos, Plantas Medicinais