Arquivo da tag: própolis

20 antibióticos naturais e alimentos que melhoram a imunidade

alho

1) ALHO

Doenças que previnem: diarreias (Campylobacter) e úlcera de estômago (H. pylori).

Atuação: contém alicina, que é responsável por seu aroma. Estudos da Universidade do Estado de Washington, nos Estados Unidos, mostraram que um derivado da alicina rompe o filme protetor da Campylobacter e muda sua estrutura enzimática até matá-la. A Campylobacter é conhecida por contaminar alimentos e provocar diarreia. “É um indicativo de que o alho pode ser utilizado como antibacteriano natural, além de proteger a comida”, diz Xiaonan Lu, microbiologista e autor da pesquisa. A alicina ainda atua sobre o RNA da H. pylori, causadora de úlceras e do câncer de estômago.

Uso: como tempero de carnes e para refogar pratos quentes.

Quantidade sugerida: 600 mg de alho por dia, o equivalente a 1 dente cru.


echinaceae

2) EQUINÁCEA

É um antibiótico natural, a equinácea ajuda a combater bactérias, vírus, fungos e outros micróbios causadores de doenças. A equinácea estimula de várias formas o sistema imunológico que é fundamental na luta contra as infecções. Além disso, estimula a produção celular de uma substância denominada interferon (um antiviral natural).

Como esses efeitos são relativamente efêmeros, é melhor tomar a equinácea em intervalos frequentes – até de duas em duas horas durante infecções agudas.


Continuar lendo

Anúncios

37 Comentários

Arquivado em Alimentos, Curiosidades, Doenças, Medicamentos, Plantas Medicinais

Extrato de própolis inibe crescimento do câncer de próstata

propolis-colmeia

O composto extraído da própolis não mata o câncer, mas interrompe sua proliferação por tempo indeterminado. Enquanto isso, ele pode ser tratado de forma menos agressiva com os medicamentos tradicionais. [Imagem: Wikimedia/Abalg]

Éster fenetil do ácido cafeico

Um medicamento natural, sem contra-indicações, extraído da própolis das abelhas inibe o crescimento do câncer de próstata, tanto em cultura de laboratório, quanto em tumores reais em cobaias.

Seu nome é “éster fenetil do ácido cafeico”, ou CAPE (Caffeic acid phenethyl ester).

É um composto isolado da própolis, a resina utilizada pelas abelhas para remendar buracos em suas colmeias.

A própolis tem sido usada há séculos como remédio natural para as mais variadas condições, de dores de garganta e alergias a queimaduras e câncer.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Estudos