Arquivo da tag: solanáceas

Cientistas da Universidade de Michigan concluem que legumes contem nicotina

legumesTrês cientistas da Universidade de Michigan chegaram a uma conclusão decepcionante: segundo suas observações, a nicotina se encontra em muitos alimentos tais como tomates, batatas e beringelas (todas as plantas da família das solanáceas).

Assim, 10 gramas de beringela contêm 1 micrograma de nicotina, aproximadamente as pessoas inspiram esta quantidade de alcalóide durante três horas do tabagismo passivo.

Habitualmente, os cigarros contêm 1 miligrama de nicotina (depende da marca – nota do blog), o que significa que 10 kg de beringela, devido ao conteúdo deste alcalóide, são equivalentes a um cigarro.[1]

Salada de nicotina

A quantidade de nicotina no sangue sempre foi o indicador usado para classificar os fumantes passivos – aqueles que são obrigados a inalar o ar poluído pelos cigarros dos fumantes. Agora, porém, uma pesquisa feita na Universidade de Michigan com um grupo de não-fumantes revela que o tabaco não é o único vilão dessa história.

Já se sabia que a batata, a berinjela, a pimenta e o tomate contêm uma quantidade apreciável de nicotina – nada de espantoso, porque são da mesma família do tabaco.

Assim, os cientistas descobriram que se uma pessoa consumir 10 gramas de berinjela terá no sangue o mesmo tanto de nicotina que teria se tivesse passado três horas num quarto enfumaçado; 150 gramas de batata (equivalentes a um pacote de fritas dos grandes das lanchonetes) dariam o mesmo resultado, bem como 250 gramas de tomates ou 5 gramas de couve-flor ou brocólis – embora estes últimos não sejam da família do tabaco.

Como não se consideram os alimentos para calcular os riscos a que se expõe um fumante passivo, a nova pesquisa acrescenta ingredientes revolucionários à questão. Afinal, a nicotina ingerida é tão nociva quanto a que se inala? Para saber a resposta será necessário continuar as pesquisas com um grupo de não-fumantes, que durante certo tempo deixe de comer esses vegetais.[2]

Fontes:

[1] Eco4U

[2] Superinteressante

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Alimentos, Curiosidades

A importância das coisas mais orgânicas

Noutro dia comentávamos no grupo de estudos sobre a origem dos “inhames” que plantei e fiquei meio ressabiado; afinal, que problemas poderiam haver? Aí hoje recebi este vídeo…

Pesquisando na Internet, encontrei este trecho, falando sobre o Chlorpropham:

“Na verdade, o composto citado [no vídeo]- chlorpropham ou “bud nip” – é um defensivo agrícola de baixa toxicidade para o homem, utilizado justamente para impedir o brotamento de tubérculos e raízes, como a batata-doce (ou seja, a menina nada mais do que comprovou que o insumo realmente funciona). Isso porque quando a raiz germina, ocorre a produção de solanina, um composto natural de sabor amargo que protege a planta em crescimento de predadores e parasitas, essa sim perigosa a saúde humana.

Não bastasse a alteração sensorial do alimento, a substância é tóxica e sua ingestão pode causar sintomas como alterações gastrointestinais (diarreia, cólica, vômitos) e neurológicas (dor de cabeça, tontura, alucinações), podendo até mesmo levar à morte.

Então gente: quando a menina perguntar qual batata-doce você escolheria comer, você definitivamente não vai querer a brotada.”

http://alimentandoadiscussao.com/2014/04/02/alimentos-organicos-sao-mais-saudaveis/

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Orgânicos, Vídeos