Arquivo da tag: Urbana

Curso de Aquaponia Urbana

Curso de Aquaponia Urbana


+ informações / contato / inscrições
cursodeaquaponia@gmail.com
Mayra van Prehn (11) 96923-6152
Claudio Alfaro (11) 96417-7627

Curso de Aquaponia Urbana
20 e 21 de abril de 2013
Vila Madalena – São Paulo – SP

+ informações / contato / inscrições
cursodeaquaponia@gmail.com
Mayra van Prehn (11) 96923-6152
Claudio Alfaro (11) 96417-7627

REALIZAÇÃO: AQUAPÔNICA
http://www.aquaponiaurbana.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cursos

XVI Congresso Brasileiro de Arborização Urbana

O XVI Congresso Brasileiro de Arborização Urbana (CBAU) acontece de 1º a 7 de setembro, no Center Convention, em Uberlândia. As inscrições podem ser feitas pelo site cbau2012.com.br/.

Durante o congresso será realizado um mix de ações que visam proporcionar a discussão de melhores práticas de manejo de árvores urbanas. São elas: V Campeonato Brasileiro de Escalada de Árvores, sessões técnicas, mesas redondas e minicursos.

Um dos objetivos do congresso é avaliar a melhor maneira de arborizar um determinado espaço urbano seguindo as boas práticas, normas e especificações técnicas que orientem o planejamento, a implantação e a manutenção das árvores.

Inscrições para trabalhos científicos do XVI CBAU podem ser feitas até 31 de julho

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Congresso

Plantio de Árvores nas calçadas

Por Júlio Bernardes

Pesquisa feita em três regiões da cidade de São Paulo comprova que a vegetação urbana reduz a necessidade de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado para manter o conforto térmico em residências, podendo reduzir o consumo de energia elétrica. O trabalho foi apresentado na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da USP de Piracicaba, pela engenheira agrônoma Giuliana Del Nero Velasco, que sugere o plantio de árvores de grande porte no sistema viário para ampliar a redução de temperatura obtida com a cobertura vegetal.

O trabalho analisou áreas com diferentes densidades de vegetação na Zona Sul da cidade, a primeira com 3,72% de cobertura verde, a segunda com 11,71% e a terceira com 33,92%. “Os locais foram escolhidos por geoprocessamento, a partir das imagens de alta resolução do satélite Ikonos II”, explica Giuliana. “Após a aplicação do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) e análise de mapas de clima já existentes, foi feito um levantamento de campo para confirmar os dados do sensoriamento remoto e definida uma amostragem de 100 residências em cada área”.

Em cada residência foram coletados dados sobre a cobertura vegetal, temperatura, umidade e, por meio de questionários, da presença de ar-condicionado e ventiladores. A concessionária de energia local forneceu informações sobre o consumo de eletricidade. “Por fim, realizou-se o cálculo dos graus-hora de calor, que indica quantos graus de temperatura a mais precisam ser retirados do ambiente de forma artificial”, completa a agrônoma.

No mês mais quente medido pela pesquisa (março), a área com menor vegetação apresentou 10 graus-hora de calor por dia, contra 3,91 graus-hora de calor da região com maior cobertura vegetal. “Isto mostra que o local com menos cobertura arbórea possui uma necessidade maior de refrigeração artificial”, ressalta Giuliana, acrescentando que a temperatura às 9 horas chegou a ser 2,14 graus maior que a região mais arborizada. “Nessa área, a média de temperatura foi menor, o que resultou em um valor mais baixo de graus-hora de calor”.

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Árvores

João Pessoa tem uma árvore para cada dez habitantes

Somente em calçadas e passarelas de 35 bairros, João Pessoa possui mais de 75 mil árvores. O número equivale a uma árvore para cada dez pessoas, já que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que a população da cidade é de 702 mil habitantes. A informação é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da capital e faz parte de um levantamento que começou a ser feito em 2007.

Na época, o estudo mostrou que em 35 bairros de João Pessoa existiam 15.384 árvores em calçadas e passarelas. Elas estavam plantadas em 912 ruas. Com base nesses dados, a Prefeitura lançou projeto “João Pessoa, Verde para o Mundo”, com uma meta ousada: plantar 12.500 mudas a cada 12 meses.

Após quatro anos, a iniciativa já resultou na arborização de dezenas de bairros. Foram plantadas mais de 60 mil espécies nativas da Mata Atlântica e a previsão é elevar esse número para 72 mil até o final deste ano. De acordo com a Semam, as áreas que possuem mais árvores em vias públicas são Ernesto Geisel, Cristo Redentor, Bessa, Bancários, Castelo Branco e Bairro dos Estados.

Os bairros do Róger, do Tambiá e do Varadouro são os que têm a maior parcela de área verde da cidade, em virtude da presença do Parque Arruda Câmara, uma reserva ambiental com mais de 43 hectares de tamanho.

Além de melhorar a paisagem natural da cidade, o trabalho de arborização influencia na qualidade de vida da população. Paulo Rosa, geógrafo e professor do Departamento de Geociências da Universidade Federal da Paraíba, afirma que as árvores interferem nas saúdes física e mental das pessoas.

Elas melhoram a qualidade do oxigênio, reduzem as altas temperaturas e influenciam no funcionamento do cérebro e de outros órgãos vitais do corpo. Ele explica que a quantidade de árvores numa cidade tem relação direta com a qualidade de vida da população. “As árvores têm a capacidade de capturar o gás carbônico, a substância nociva à saúde e é eliminada pelos veículos. Esse gás é transformado em oxigênio e liberado no ar”, detalha.

Fonte: [ Paraíba Agora ]

Deixe um comentário

Arquivado em Árvores, Paisagismo, Projetos

Guias de Arborização Urbana

É um assunto interessante e recorrente, a necessidade de podar árvores e arborizar as cidades. Eis um vasto material sobre estes assuntos. Divirtam-se!

>>>

Técnicas de arborização urbana inteligente

As árvores não devem ser podadas sem uma boa causa.

A poda pode ser justificada quando os galhos estão colocando em risco a segurança das pessoas, ou se a planta apresenta ramos adoecidos ou secos. Além disso, poda ou qualquer corte de árvores sem autorização da prefeitura é ilegal – consulte as informações da sua cidade.

Continuar lendo

11 Comentários

Arquivado em Árvores, Meio Ambiente, Mudas, Técnicas

Poda criminosa de Árvores em Niterói

Eis mais um entre vários exemplos da ignorância humana, frente às necessidades de todos.


Quatro árvores mortas
na mesma calçada.
Lá em Itacoatiara…

Que morreram, talvez,
porque faziam sombras
e lançavam ao vento
suas folhas e sementes,
simplesmente.

1 comentário

Arquivado em Fotos