Arquivo da tag: Viveiros

Empaer repassa 3 milhões de mudas nativas para produtores da Baixada Cuiabana

Cuiabá / Várzea Grande

Nos últimos 12 anos de atividade, o viveiro de mudas de espécies nativas e frutíferas da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) produziu três milhões de mudas, que foram doadas aos produtores rurais da Baixada Cuiabana, usadas para reflorestamento de áreas degradadas e matas ciliares. O trabalho faz parte do Projeto de Conservação e Recuperação da Bacia do Rio Cuiabá que amplia a atuação este ano, estendendo para o Rio Paraguai com a parceria do Instituto Ação Verde.

O coordenador do viveiro, Antônio Rocha Vital, explica que a intenção é produzir 400 mil mudas por ano. Com uma área de 18 mil metros quadrados, no viveiro são multiplicadas 66 espécies diferentes de plantas. As espécies mais produzidas são jatobá, cumbaru, ipê (roxo, amarelo, rosa e branco), angico, tarumã, bordão de velho, dama da noite, mogno, goiaba, caju e outras. O convênio com o Instituto Ação Verde será assinado no início de junho.

Conforme Vital, o trabalho não restringe somente a produção de mudas e sim orientação sobre os cuidados com o meio rural preservando a mata ciliar, os cuidados na produção de mudas, escolha correta da muda ou semente, preparo da terra, plantio, irrigação e evolução da planta. As orientações são repassadas aos produtores rurais, alunos das escolas públicas e privadas. Foram desenvolvidas atividades nos municípios Rosário Oeste, Nobres, Jangada, Acorizal, Nossa Senhora do Livramento, Nova Brasilândia, Chapada dos Guimarães, Planalto da Serra, Santo Antônio de Leverger, Várzea Grande e Cuiabá.

Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Árvores, Biodiversidade, Ecologia, Meio Ambiente, Mudas, Projetos

Como fazer um viveiro de mudas com saquinhos de polietileno

por João Cruzué

1 – Introdução

Fazer mudas de plantas além de ser um processo dinâmico, é um eterno aprendizado e eu adoro isso. Quero compartilhar com você minha cultura matuta neste negócio, quem sabe não se apaixona também? No decorrer do texto vou grifar algumas palavras de propósito para que pesquise mais na WEB. Conheço três processos de propagação de plantas: semeadura, estaquia e clonagem. Do mais simples ao mais sofisticado. Cada um está ligado à quantidade exigida de mudas.

2 – Processos de propagação

Como fazer mudas

I – Clonagem de meristemas – Por exemplo se alguém precisa plantar, digamos 100 hectares de bananeiras, iria demandar digamos 100 mil mudas. Considerando que cada bananeira leva um ano para produzir duas ou três mudas. Se você estiver começando do zero, quantos anos levará para conseguir tantas mudas? Então neste caso, sei que a EMBRAPA-Mandioca e Fruticultura em Cruz das Almas – Bahia, recomendaria a tecnologia de clonagem de meristemas e a construção de um laboratório/estufa totalmente esterilizado para produzir em um/dois anos as 100 mil mudas. As grandes plantações de eucalipto também recorrem ao mesmo processo.

Continuar lendo

10 Comentários

Arquivado em Artigos, Cultivo, Mudas

PRODUÇÃO DE MUDAS: frutíferas e florais

por Carlos Josafá de Oliveira

Exemplo de um viveiro abero

CONCEITUAÇÕES:

MUDA – estrutura vegetal de qualquer espécie ou cultivar, proveniente de reprodução sexuada ou assexuada convenientemente produzida e que tenha finalidade específica de plantio.

a) Fruteira – muda de espécie botânica produtora de frutos,comumente cultivada em pomares.
b) Ornamental – muda de espécie botânica, comumente usada para ornamentação.
c) Seminal – muda originária de semente
d) Clonal – muda originária da parte vegetativa da planta
e) Muda de torrão – muda com o sistema radicular envolvido por porção do solo devidamente acondicionado.
f) Muda de raiz nua – muda com o sistema radicular exposto, devidamente acondicionado.
g) Pé franco – muda obtida de semente, estaca, ou raiz, sem o uso de enxertia.
h) Estaca – ramo da planta matriz usado para a multiplicação por enraizamento.
i) Planta matriz – planta-mãe de onde se extrai as hastes (garfos, borbulhas etc).
j) Clone – planta ou conjunto de plantas genéticamente iguais à planta-mãe.
l) Enxertia – método de propagação vegetativa usado para substituição de copa da planta.
m) Porta-enxerto ou cavalo – parte da enxertia que entra com as raízes.
n) Enxerto ou cavaleiro – parte da enxertia que fornece a copa.
o) Propagação vegetativa – processo de reprodução assexuada das plantas.
p) Reprodução sexuada – processo de reprodução com a participação de células reprodutivas.
q) Viveiro – área convenientemente demarcada para a reprodução de mudas.
r) Produtor de mudas – pessoa física ou jurídica que produza sementes ou mudas, com a finalidade específica de semeadura ou plantio, assistida por um responsável técnico.
s) Responsável Técnico – Engenheiros Agrônomo ou Florestal com registros no CREA – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia que, apresentando Termo de Compromisso ao órgão de Registro de Produtor de Sementes e Mudas do Ministério da Agricultura e Abastecimento, atenda às normas estabelecidas para todas as fases de produção.

LEGISLAÇÃO DA PRODUÇÃO DO COMÉRCIO DE MUDAS

Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Cultivo, Flores, Frutas, Mudas

Sua profissão é plantar árvores

Valéria Gonçalvez/AE
PLANTAS NO PRÓPRIO NOME - Flores Welle e seu jequitibá-rosa, que plantou há 32 anos

A profissão de plantador de árvores, como ele define seu trabalho, começou cedo para o consultor Flores Welle – que traz no próprio nome o gosto por plantas.

“Quando tinha sete anos, meu pai me mostrou um punhado de grãos e perguntou o que era. Respondi que era milho, mas a resposta foi negativa.

– São sementes de milho, ele disse, me explicando que, plantadas, cada uma das sementes daria origem a uma nova planta com outras novas espigas”, conta. “Foi esse ato singelo que despertou meu interesse.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Árvores, Cultivo, Meio Ambiente, Técnicas