Arquivo do mês: janeiro 2008

Califórnia começa a permitir venda de maconha em máquinas

[img:5nov00.jpg,full,alinhar_esq_caixa]Los Angeles (EUA) – Tão fácil quanto comprar uma lata de refrigerante, mas possível apenas mediante a apresentação de uma receita médica: é com essa simplicidade que, desde terça-feira, alguns californianos compram maconha para fins terapêuticos em máquinas automáticas.

O equipamento em que é feita a compra é bem familiar. Tem teclas numeradas para as diferentes opções da mercadoria, um espaço para se colocar o dinheiro e outro para a retirada do produto.

Mas, para usar a máquina, o paciente portador de uma receita médica que justifique o uso terapêutico da droga precisa, antes, ser fotografado e tirar suas impressões digitais.

Cumpridos esses passos, o doente receberá um cartão pré-pago que dará acesso ao equipamento, explicou Vince Mehdizadeh, proprietário do Centro de Nutrição de Ervas de Los Angeles, à emissora de TV “KWTX”, filial da “CNN”.

Mehdizadeh, em cujo centro se encontra uma das duas máquinas que começaram a funcionar na Califórnia, explicou que as mesmas servirão para que pacientes necessitados adquiram doses extras da droga quando suas reservas acabarem.

“As pessoas serão recebidas por um segurança ali mesmo.

Introduzirão o cartão e terão sua identidade verificada pela máquina por meio de suas impressões digitais”, acrescentou.

“Uma câmera se encarrega de fotografar o paciente para comprovar se a pessoa que solicita a medicação está realmente autorizada”, explicou Mehdizadeh.

Nas ruas, as máquinas já são conhecidas por sua sigla, AVM (“Anytime Vending Machines”) – algo como “máquinas que vendem a qualquer momento”.

Onze estados americanos permitem o uso medicinal da maconha, principalmente para a redução da dor causada por muitas doenças e para abrir o apetite do paciente. Seu emprego, porém, continua gerando controvérsias.

Embora o Governo dos Estados Unidos não reconheça nenhum uso legal da maconha – proibida oficialmente no país, segundo a Lei de Substâncias Controladas, de 1970 -, muitos acham que estas máquinas que solicitam a prescrição médica podem se tornar bem populares no país.

Vince Mehdizadeh afirmou que este tipo de venda é seguro, oportuno e mais barato que outros métodos, já que reduz as despesas com pessoal e permite que a mercadoria seja oferecida a um preço menor do que a média.

“Agora, além de bebidas com sabor de cereja, há maconha com esse aroma em máquinas”, brincou o proprietário do Centro de Nutrição de Ervas de Los Angeles, segundo quem a “Cannabis indica” é a mais recomendada para a redução de dores.

Geoff Dulebohn, especialista que trabalha no centro, explicou que as máquinas simplificam e aceleram o processo de aquisição da mercadoria, e venderão, sempre com receita, outros produtos que até agora só podiam ser encontrados em farmácias, como medicamentos contra a impotência sexual.

O fato é curioso num estado em que é cada vez mais difícil encontrar máquinas de cigarro, para evitar que menores tenham acesso a esse tipo de produto.

Oficialmente, ninguém se pronunciou a respeito, mas os moradores da Califórnia já deixaram clara sua opinião.

“Parece-me interessante, porque a legalização da maconha para uso terapêutico encontrou muita oposição, mas, afinal de contas, é uma decisão do médico sobre o que considera conveniente para seu paciente”, disse à Agência Efe uma moradora de Santa Mônica.

Javier Simón, membro do Instituto Nacional de Saúde, considerou “acertada” a prática no estado da Califórnia.

“Os doentes terminais de câncer sofrem muito e a maconha pode ser um alívio para eles. Além disso, as medidas empregadas aqui diminuem os riscos de a droga ser comprada sem justificativa”, reconheceu.

Fonte: [ Último Segundo ]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cannabis

Estamos de volta!!!

Olá pessoal,

Depois de algum tempo sem podermos publicar notícias e informações, estamos de volta à Internet, em 3 turnos de publicações.

Esperamos trazer novamente tudo que for possível de informações relativas a plantas.

Este trabalho é para e por vocês. Esperamos que gostem!

Tudo de bom!

Anderson Porto
http://www.tudosobreplantas.com.br

1 comentário

Arquivado em Sem categoria