Arquivo do mês: janeiro 2016

25 fontes de proteínas vegetais

graos

A quantidade de energia que necessitamos diariamente depende de fatores como peso atual, peso ideal, atividade física, altura e composição de massa do corpo.

Expressamos essa necessidade calórica em quilocaloria (Kcal), mas a atenção maior não deve ser dada à quantidade de energia que precisamos e sim como ela é composta.

O organismo adapta-se a várias situações. Quando você pula refeições ou fica dias em regime de “guerra”, seu metabolismo fica mais lento e passa a poupar energia, ou melhor, guarda a energia poupada sob forma de tecido adiposo. Aí, além de passar fome, tudo o que consumir será poupado. Por isso, o ideal é não fazer regimes malucos e não permanecer mais de quatro horas em jejum.

Por exemplo: a necessidade diária de um homem aos 40 anos, com 1,80m e atividades físicas leves: varia de 50 a 80g de proteínas.

Existem diversas fontes de proteínas vegetais. Frutas e vetegais são boa fonte de vitaminas e minerais. Ambos pertencem ao grupo dos carboidratos. Soja, feijão, lentilha, grão de bico fazem parte do grupo das proteínas.

A seguir, uma lista de 25 alimentos de origem vegetal destando a quantidade de proteínas em 100 gramas.

  1. AVEIA em flocos, crua – 13,9g
  2. BRÓCOLIS cru / cozido – 3,6g / 2,1g
  3. COUVE crua / refogada – 20,9g / 2,9g
  4. FARINHA integral de centeio – 12,5g
  5. FARINHA de rosca – 11,4g
  6. ALHO – 7g
  7. COENTRO desidratado – 20,9 g
  8. TAMARINDO – 3,2g
  9. CHOCOLATE meio amargo – 4,9g
  10. CAFÉ em pó, torrado – 14,7g
  11. AMENDOIM torrado – 22,5g
  12. ERVILHA vagem – 7,5g
  13. FEIJAO carioca cozido – 4,8g
  14. FEIJAO fradinho cozido – 5,1g
  15. FEIJAO preto cozido – 4,5g
  16. LENTILHA cozida – 6,3g
  17. PAÇOCA amendoim – 16,0g
  18. TREMOÇO em conserva – 11,1
  19. CASTANHA de caju, torrada, salgada – 18,5g
  20. COCO – 3,7g
  21. GERGELIM – 21,2g
  22. LINHAÇA – 14,1g
  23. NOZ crua – 14,0g
  24. MILHO VERDE cru / enlatado – 6,6g / 3,2g
  25. BATATA inglesa frita – 5g
  26. SOJA farinha – 36g
  27. CASTANHA-DO-BRASIL – 36g
  28. GRÃO-DE-BICO – 21,2g[*]

Curiosidades:

  • o site health.com afirma que a semente de Cannabis oferece 10g de proteína a cada 3 colheres de sopa.
  • A spirulina seca fornece 57,47g!
  • Chia: fornece 16,54g.
  • Semente de girassol: 20.78g.
  • As folhas do ora-pro-nobis, desidratadas, contém 25,4% de proteína.
  • Espinafre contém 2.7g.

Dá para ver que quem se alimenta apenas com vegetais consegue proteínas facilmente, não é verdade?

Boa refeição!
__

Fonte[*]: [ TACO – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos ]

link: [ Calcule sua necessidade energética diária ]

+ infos: http://www.elhombre.com.br/os-15-alimentos-mais-ricos-em-proteina-para-veganos/

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Estudos

Compostagem doméstica com baldes de 5 litros

Experiência que realizei com o intuito de aprender sobre compostagem. O resultado foi muito bom. Dá para usar em cultivos caseiros e adaptar para escalas maiores.

Anderson Porto
___

O que é compostagem?

Define-se compostagem como o processo natural de decomposição biológica de materiais orgânicos (aqueles que possuem carbono em sua estrutura), de origem animal e vegetal, pela ação de microrganismos.

Para que ele ocorra não é necessário a adição de qualquer componente físico ou químico à massa do lixo e sim microorganismos, chamados de inoculantes.

A compostagem pode ser aeróbia ou anaeróbia, em função da presença ou não de oxigênio no processo.

O processo de compostagem aeróbio de resíduos orgânicos tem como produto final o composto orgânico, um material rico em húmus e nutrientes minerais que pode ser utilizado na agricultura como recondicionador de solos, com algum potencial fertilizante.

A seguir apresento uma experiência de compostagem que fiz, com o passo a passo de cada etapa.

Dúvidas? É só perguntar nos comentários.

Fotos com passo a passo nas legendas

10409534_10152613317374670_2752371534483705089_n

Para começar vamos reunindo restos vegetais como cascas de alimentos e partes descartadas, cascas de ovos, filtros de papel, borra de café… em um local de armazenamento, para o exemplo estou usando lixeirinha de 5 litros.

Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Sem categoria

20 antibióticos naturais e alimentos que melhoram a imunidade

alho

1) ALHO

Doenças que previnem: diarreias (Campylobacter) e úlcera de estômago (H. pylori).

Atuação: contém alicina, que é responsável por seu aroma. Estudos da Universidade do Estado de Washington, nos Estados Unidos, mostraram que um derivado da alicina rompe o filme protetor da Campylobacter e muda sua estrutura enzimática até matá-la. A Campylobacter é conhecida por contaminar alimentos e provocar diarreia. “É um indicativo de que o alho pode ser utilizado como antibacteriano natural, além de proteger a comida”, diz Xiaonan Lu, microbiologista e autor da pesquisa. A alicina ainda atua sobre o RNA da H. pylori, causadora de úlceras e do câncer de estômago.

Uso: como tempero de carnes e para refogar pratos quentes.

Quantidade sugerida: 600 mg de alho por dia, o equivalente a 1 dente cru.


echinaceae

2) EQUINÁCEA

É um antibiótico natural, a equinácea ajuda a combater bactérias, vírus, fungos e outros micróbios causadores de doenças. A equinácea estimula de várias formas o sistema imunológico que é fundamental na luta contra as infecções. Além disso, estimula a produção celular de uma substância denominada interferon (um antiviral natural).

Como esses efeitos são relativamente efêmeros, é melhor tomar a equinácea em intervalos frequentes – até de duas em duas horas durante infecções agudas.


Continuar lendo

30 Comentários

Arquivado em Alimentos, Curiosidades, Doenças, Medicamentos, Plantas Medicinais

Como fazer Leites Vegetais

leites vegetais

Você pode obter leite fresco, gostoso e nutritivo a partir de inúmeros grãos e sementes que são ótimos para a saúde.

Os leites vegetais podem ser uma ótima opção alimentar para quem anda querendo diminuir o consumo de leite animal ou mesmo retirá-lo do cardápio diário, muitas vezes seguido por simples hábito.

E o melhor da história: ao adotar novos leites em sua vida, você não vai sofrer por falta de nutrientes. Pelo contrário, poderá ganhar em fibras, minerais e saúde.

12493632_1620581661551366_6452107411454818057_o

Leite de castanha-de-caju

castanha de cajuSua principal função no organismo é proteger os vasos sanguíneos permitindo que toda a circulação do sangue flua melhor. Fornece proteínas e também diminui o colesterol.

Preparo: Um copo de castanhas para três a quatro de água. Bata, coe bem e obtenha quatro copos de saúde.

Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Alimentos, Técnicas