Arquivo do mês: dezembro 2009

Brasil testa maconha para tratar Parkinson

[img:5nov00.jpg,full,alinhar_esq_caixa]JULLIANE SILVEIRA
da Folha de S.Paulo

Pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Translacional em Medicina testam o canabidiol – uma das 400 substâncias encontradas na maconha – para tratar males como a doença de Parkinson, fobia social e sintomas psicóticos da esquizofrenia.

Um trabalho publicado em novembro traz resultados promissores para controlar efeitos adversos do tratamento do Parkinson. Seis pacientes receberam cápsulas de canabidiol em associação ao remédio contra a doença durante um mês.

“Os parkinsonianos apresentaram melhora nas alterações de sono e nos sintomas psicóticos e tiveram maior redução dos tremores”, diz o psiquiatra José Alexandre Crippa, professor do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da faculdade e um dos pesquisadores.

Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cannabis

Recém-achada, árvore da mata atlântica corre risco

REINALDO JOSÉ LOPES
da Folha de S.Paulo

[img:0935550.jpeg,full,alinhar_esq_caixa]A planta acaba de ser batizada oficialmente (com o nome latino de Symplocos atlantica) e ganhou até um apelido mais popular, o de azeitoninha-das-nuvens, por causa dos frutos pretos. A certidão de nascimento da árvore para a comunidade científica, no entanto, já vem acompanhada de um rótulo nem um pouco invejável: o de ameaçada de extinção.

Isso porque os especialistas detectaram a nova espécie na chamada floresta nebular, uma subdivisão da mata atlântica que cresce nas alturas, a partir de 1.100 metros acima do nível do mar. Como o nome da formação indica, a floresta nebular está relacionada à presença constante de nuvens –as quais correm o risco de migrar para altitudes bem maiores com o avanço do aquecimento global.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Árvores, Meio Ambiente

Sementeira estufa

Alguém sabe onde consigo uma igual ou parecida?

Estou procurando aqui no Brasil – de preferência no Rio de Janeiro – mas não consigo encontrar. Quem puder ajudar, por favor, deixe comentário! Obrigado!

2 Comentários

Arquivado em Cultivo

Plantas do cerrado vieram de todo o Brasil, registra DNA

[img:09348182.jpeg,full,alinhar_esq_caixa]RICARDO MIOTO
da Folha de S. Paulo

A vegetação que ocupou o cerrado saiu de todos os cantos do Brasil. Escolha uma espécie qualquer e ela pode ter origens tanto na Amazônia quanto no sertão nordestino ou nos pampas gaúchos –a flora é um mosaico de origens muito diversas.

Justamente por ter se formado pegando um pouco de cada lugar distante, o cerrado possui um biodiversidade tão grande.

Os cientistas brasileiros que descobriram isso, fazendo análises no DNA das plantas, ficaram surpresos, porque, em geral, ecossistemas não se formam assim.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Casca de ovo: Fonte de cálcio

[img:casca_300x224.jpg,full,centralizado]

Ao se consumir os ovos, costuma-se jogar a casca no lixo, mas fazendo isso estaremos disperdiçando uma ótima fonte de cácio. A casca possui 94% de carbonato de Cálcio (CaCO 3).

O cálcio é chamado um macronutriente, ou seja as plantas precisam em teores maiores quando comparados com os micronutrientes. Macro e mnicro nutrientes apenas diferem nas quantidades necessárias às plantas, mas todos tem a mesma importância, pois basta faltar um e ela não se desenvolve adequadamente.

O cálcio, por exemplo, participa da formação das paredes das células das plantas. É essencial.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Árvores, Cultivo, Meio Ambiente, Mudas, Orgânicos

Biodiesel com óleo de mamona já é realidade

[img:plantacao_de_mamona.jpg,full,centralizado]

A Petrobras Biocombustível concluiu, dia 15 de novembro, o processo tecnológico que permite à empresa produzir biodiesel com óleo de mamona, dentro das especificações técnicas da ANP – Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

O trabalho foi desenvolvido pelo Centro de Pesquisa da Petrobras (Cenpes) na Usina de Guamaré, no Rio Grande do Norte, em regime de operação contínua e garantiu à Petrobras o domínio completo da tecnologia para a produção de biodiesel a partir da mamona. O biodiesel foi obtido com uma mistura de 30% de óleo de mamona e 70% de óleo de girassol, ambos produzidos pela agricultura familiar nos programas de suprimento de oleaginosas da empresa.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Biocombustíveis