Arquivo da tag: Ervas

14 Alimentos que você compra uma vez e replanta para sempre

Você sabia que muitos alimentos que consumimos, e jogamos fora, podem ser replantados… PARA SEMPRE?

Pois é, então a melhor coisa a se fazer, para o bem da natureza, do seu bolso, e da sua saúde é apostar em mini-hortas. Separei uma lista dos alimentos mais interessantes para você replantar.

CEBOLINHA
cebolinha_kitchn

Quando for usar a cebolinha, separe toda a parte branca e mais um pedacinho da parte verde. Coloque dentro de um copo com água, cobrindo cerca de 2,5 cm (a parte branca). Deixe num local ensolarado e dentro de poucos dias, terá cebolinhas novas para usar e não precisará mais comprar. Troque a água todos os dias. Se tiver um quintal, também poderá replantar e terá mais cebolinhas que qualquer Mônica poderia aguentar, até para dividir com amigos, vizinhos e família.

MANJERICÃO
manjericao_635247009934158391-800x348

Acho o mais saboroso e o mais cheiroso dos temperos. Separe mais ou menos três pares de hastes, corte-as com uns 10 a 15 cm, escolha as mais bonitas, retire as folhas da parte de baixo, também as flores, deixando apenas algumas folhas na parte superior. Coloque num copo de vidro com água até a metade e deixe num lugar ensolarado, trocando a água de dois em dois dias. Depois, quando as raízes estiverem com o tamanho de 2 cm é hora de replantar num vaso médio, grande ou numa floreira, pois ele precisa de espaço e de sol. Assim terá manjericão por um ano sem problemas, para molhos pesto, pizzas marguerita e qualquer outro prato #delícia.
Continuar lendo

Anúncios

36 Comentários

Arquivado em Alimentos, Curiosidades, Fotos, Mudas, Plantas Medicinais

Entendendo as Ervas Daninhas

“A natureza é sábia, e se as ervas espontâneas a que chamamos “daninhas” aparecem onde não queremos, há uma razão para isso, como explica Geoff Lawton no vídeo.

Para além de contribuírem para melhorar ou corrigir a textura e composição do solo, muitas delas têm utilidade direta para os seres humanos. Umas são comestíveis, muitas são medicinais, outras ainda são preciosas como biopesticidas ou como fertilizantes na agricultura biológica (ex. urtiga , consolda ou confrei).

Claro que ninguém gosta que as ervas espontâneas “abafem” as suas culturas, especialmente se forem invasoras, mas podemos ir aprendendo a conhecê-las e tirar partido delas, e quem sabe até talvez um dia conseguiremos fazer como Masanobu Fukuoka, que semeava as suas culturas de arroz na época certa, de modo que o arroz já tinha tamanho suficiente quando as ervas haveriam de germinar (o que já não conseguiam), e assim não precisava de lutar com elas.”

visto em: [ Sustentabilidade é Acção ]

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Biodiversidade, Controle biológico, Ecologia, Etnobotânica, Meio Ambiente, Técnicas, Vídeos

A Vida da Plantas – Documentário dublado

A incrível superação das plantas selvagens é o foco desse documentário. Através de imagens belíssimas, “A Vida das Plantas” nos mostra como essas plantas conseguem sobreviver em territórios adversos.

Apesar dos esforços do homem para destruí-las, muitas se desenvolvem em ambientes instáveis e imprevisíveis.

Esse documentário revela os incríveis segredos que essas plantas escondem e que farão com que elas ainda prosperem durante muito tempo.

(dica de Grace Campagnholi Campagnholi)

3 Comentários

Arquivado em Biodiversidade, Curiosidades, Flores, Meio Ambiente, Sementes, Vídeos

Turbine seu sistema imunológico com plantas e ervas medicinais

O sistema imunológico humano pode ser enfraquecido por diversos motivos, mas na feira livre mais próxima, no supermercado e até no nosso quintal podemos encontrar aliados da nossa saúde que ajudam a fortalecer o organismo.

Aqui estão apenas alguns exemplos de como estes vegetais e ervas podem auxiliar o corpo e fortalecer a imunidade natural do organismo. A sugestão é do site GreenProphet, mas vale lembrar, se você tiver algum problema de saúde, procure um médico especialista.

Astragalo: Uma erva muito utilizada na medicina tradicional chinesa que ajuda na digestão e atua como um estimulante do sistema imunológico, bem como um diurético. A erva é usada em pessoas com falta de apetite, diarreia ou fezes moles, sangue nas fezes e sangramento uterino. Ele também contém polissacarídeos, saponinas e flavonóides. Praticantes da medicina chinesa também usam a planta para tratar sintomas de HIV/AIDS; especialmente fadiga, perda de peso, suores noturnos e insônia.

Pimentão: Estes vegetais de sabor doce vêm em cores diferentes, que vão do verde claro ao vermelho. Eles contêm um carotenóide chamado licopeno que protege nosso organismo contra diversos tipos de câncer. O pimentão contém vitaminas A, C, B (1,3,5, e 6), bem como vitaminas E e K. Eles também contêm boas quantidades de outros antioxidantes carotenóides, incluindo o alfa e beta-caroteno. Compre os orgânicos, porque os não-orgânicos podem ter elevados índices de pesticidas.

Unha de Gato: Uma planta lenhosa, com ganchos parecidos com espinhos. É encontrada nas florestas tropicais sul-americanas que tem sido muito utilizada para tratar problemas de saúde, incluindo artrite, úlceras estomacais, inflamação, disenteria e febre. Também contém antioxidante e alcalóides oxindólicos, que reforçam a capacidade do sistema imunológico para destruir os agentes patogênicos.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Alimentos, Doenças, Plantas Medicinais

Homem se acorrenta a mastro pedindo apoio para obter patente de remédio que descobriu

Quem passou pelo Jardim Público na quarta-feira (15) se deparou com uma cena inusitada. Um homem estava acorrentado a um mastro em frente ao coreto. Tal fato chamou a atenção dos transeuntes. Muitos se aproximavam do mastro para obter informações e saber o motivo do protesto realizado pelo pedreiro desempregado, Gabriel Vieira Lopes, 61.

Lopes explica que a ação é mais de reivindicação que de protesto. Segundo ele, a iniciativa visa obter ajuda para conseguir a patente de um medicamento natural que descobriu em abril de 2007, proveniente de uma árvore nativa do cerrado.

Como sofria de hemorroidas, hipertensão e diabetes, Lopes começou a tomar o remédio e melhorou, não precisando mais tomar medicamentos industrializados. De boca a boca, o remédio foi sendo divulgado e, segundo ele, mais de 200 pessoas de Rio Claro e de outras cidades, inclusive de fora do Estado de São Paulo, já tomaram o medicamento com resultados positivos.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Fitoterápicos, Plantas Medicinais

As ervas de Drauzio Varella – capítulo 3

Por que tanta gente acredita em teoria da conspiração?

Cristiane Segatto

CRISTIANE SEGATTO
Repórter especial, faz parte da equipe de ÉPOCA desde o lançamento da revista, em 1998. Escreve sobre medicina há 15 anos e ganhou mais de 10 prêmios nacionais de jornalismo. Para falar com ela, o email de contato é cristianes@edglobo.com.br

Não faz muito tempo fui acusada de perseguir a indústria farmacêutica. Havia criticado, numa coluna, os métodos empregados pelos propagandistas de laboratório e a prática amplamente difundida entre os grandes fabricantes de oferecer brindes e viagens aos médicos. Não tive o menor pudor de dizer que, quando a indústria farmacêutica bajula os médicos, quem paga a conta é você. Quem quiser ler as críticas e os elogios que recebi, pode acessar esse link.

O mesmo tipo de crítica recebi quando publiquei uma reportagem de capa na edição impressa de Época que questionava os benefícios das estatinas (remédios para baixar o colesterol) em pacientes que nunca tiveram um infarto. O título da matéria era “Colesterol: o que o médico não diz”.

No grupo de pessoas que já infartaram, os estudos demonstram que as estatinas evitam mortes. No caso de quem nunca infartou, o benefício das estatinas é questionável, como a reportagem revela. Esse não é o único caso em que as vantagens apregoadas pelo fabricante de determinado remédio são excelente peça de marketing baseada em ciência discutível. Para separar o joio do trigo, existe a chamada medicina baseada em evidências.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Caso Drauzio Varella, Fitoterápicos, Medicamentos

1º episódio do programa "É bom pra quê?"

Primeiro episódio do programa “É bom pra quê?”, do Dr. Drauzio Varella, apresentado no Fantástico do dia 29/08/2010:

Usar chás para tratar doenças pode ser um perigo

Fonte: [ Globo vídeos ]

3 Comentários

Arquivado em Caso Drauzio Varella, Fitoterápicos, Medicamentos, Plantas Medicinais, Vídeos